[Crítica] - A Esperança - O final.

Se você não leu o livro A Esperança você encontrará spoilers nesse texto. 

Ontem foi a estreia mundial de A Esperança - o final e mobilizou uma infinidade de fãs no mundo todo. Aqui no Brasil não poderia ser diferente, os ingressos já estavam esgotados no início da semana. Mas quem foi ao cinema não se arrependeu. Mesmo com boatos de possíveis mudanças no final da história ela permaneceu fiel ao livro até o último segundo. 

O filme começa exatamente aonde A esperança parte 1 parou, Katniss está com hematomas no pescoço e sem voz. Ela aparece abatida por causa do tratamento que teve de Peeta. Por causa disso o desejo de vingança está mais aflorado e ela decide voltar ao combate. 
Durante uma missão para dominar o arsenal do distrito 2, Katniss é baleada enquanto tenta colocar os rebeldes contra Snow. Pela transmissão as pessoas da capital passam a achar que ela está morta. 
Depois de tentar avanços com Peeta sem sucesso, ela decide se afastar e ir para a capital matar Snow, mas Coin a proíbe alegando que ela já fez o trabalho que precisava juntando os 13 distritos contra a capital. Decidida a não ser deixada para trás, Katniss parte escondida para a zona de batalha. 

Quando chega ela é reconhecida imediatamente e logo é colocada num esquadrão especial junto com Gale. Mas Katniss logo percebe que isso não passa de uma encenação já que eles ficarão longe da zona de batalha apenas gravando cenas para entreter os rebeldes. O plano é : na primeira oportunidade Katniss e Gale fogem para concluir a missão de matar o presidente. Seria um plano bastante simples se Peeta não se juntasse a eles para aparecer na TV ao lado dos rebeldes. 
Mesmo estando emocionalmente instável e oferecer perigo para Katniss ela não consegue deixá-lo pra trás. 
Não será fácil chegar até a capital, Snow montou sua versão do 76º Jogos Vorazes e agora qualquer um que tentar invadir a capital está participando do jogo. Nenhum lugar é seguro. A guerra começou e agora não tem mais volta.

A Esperança - o final foi especialmente emocionante por ser o último da franquia. Nos despedir de Peeta, Gale e Katniss não foi nada fácil. Além disso, tivemos que ver personagens muito queridos morrerem. 

O retorno do velho Peeta foi gradativo, como no livro. Gostei muito da atuação de Josh Hutcherson, ele fez um Peeta perturbado muito convincente. Dava para ver nos olhos dele o conflito de acreditar nas memórias reais ou nas memórias introduzidas pela capital.
A cena que eu mais esperava ver era a da morte da Prim, eu tinha imaginado algo muito parecido com o que aconteceu. Foi perturbador. Por um momento eu achei que eles mudariam essa parte, o que não faria sentido algum já que o desfecho do livro se dá por causa disso. A revolução começou por causa da irmã mais velha que tentou defender a mais nova e a mesma revolução terminou por que essa mesma irmã mais velha perdeu a mesma irmã mais nova de forma brutal. Isso sempre me perturbou.
Quando eu li o livro, ficou claro pra mim, que Gale sabia da manobra de Coin contra a capital. Depois de ver o filme não me restou mais dúvidas. Lógico que ele nunca imaginou que Prim estaria lá na hora da explosão, mas ele sabia da quantidade de vidas inocentes que seria desperdiçada e mesmo assim concordou. Entendo a Katniss não querer mais vê-lo. Pra mim, o Gale se perdeu no desejo de vingança e acabou se tornando tudo aquilo que ele repudiava no início. 

A cena do epílogo onde a Katniss e o Peeta estão com os filhos foi meio estranha. Estranho ver aqueles guerreiros com duas criancinhas nos braços. Ai lembramos que eles nunca quiseram ser guerreiros, que foram obrigados a lutar por uma causa para serem livres. O mais emocionante foi ver que eles conseguiram reerguer suas vidas depois de tantas perdas e sofrimentos. 

O filme é longo, com 2 horas e 16 minutos esta difícil lembrar de alguma parte que foi tirada que eu tenha sentido falta. E as cenas eram muito parecidas com o livro, inclusive os diálogos. Jennifer Lawrence deu um show de interpretação. Principalmente na cena que ela encontra Buttercup na antiga casa na vila dos vitoriosos. É o momento exato que vemos o sofrimento dela ao perder a irmã que ela tanto lutou para manter segura. 
O que dizer sobre o final cinematográfico dessa trilogia épica? Foi épico também! Na minha opinião foi, sem dúvidas, a melhor adaptação que já fizeram para as telonas. E falo isso em relação aos três livros. Sempre muito fiel, sem trocar partes da história, sem mudar o sentido da história, sem inventar coisas que não existiam. A partir de agora só nos resta rever ou reler e uma saudade enorme dos nossos personagens queridos. 

E você? Gostou do filme? Me conta o que você achou nos comentários.
Participe do sorteio de uma linda caneca do filme, clicando aqui

11 comentários:

  1. Estou surtando ate agora!
    Uma das melhores adaptações!
    Não sei como vou superar o fim da minha saga favorita T.T

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, não tem como superar ahahahaha Não superei Harry Potter até hoje!!!

      Excluir
  2. Oi Carol, tudo bom?
    Também fui assistir ao filme ontem. E gostei muito, concordo com você quando afirma que esta é uma das melhores adaptações! Não sei se já assisti alguma outra tão fiel à seus livros!
    Gostei muito da atação dos personagens principais, acho que tanto o Petta, Gale e a Katniss foram muito bem interpretados.
    Mas (sempre existe um mas...rsrsrsr), existem algumas coisas que me incomodam desde a parte 1, e elas se baseiam principalmente na pouca enfase que alguns personagens secundários recebem, como por exemplo o Finnick (que eu achei pouco explorado na parte 1) e nesta parte foi a Johanna que foi um pouco transformada em "projeto de vilã" , não que nos livros ele seja um exemplo de bondade porém no livro podemos perceber as suas fraquezas, medos e etc (afinal ele também é uma das principais vitimas da Capital). Acho que esse personagens não foram muito bem representados nos filmes porque eu os acho nos livros muito mais complexos do que aqueles. E outras características em meu ponto de vista também deixaram a deseja, como eu falei no inicio eu gosto da produção deste filme mas este com certeza não é o meu preferido da franquia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adriane, eu estou bem e vc?
      Realmente, isso que você falou faz todo sentido. Infelizmente não tem como aprofundar tanto quanto nos livros né? Quando aos filmes, pra mim seguiram mais ou menos na mesma base nos livros. A esperança foi o pior pra mim, não porque o livro foi ruim, mas estar dentro da mente perturbada da Katniss foi muito difícil. Eu gosto de JV porque justamente a personagem principal não é perfeita, longe disso, ela sofre e muito ao ser escolhida como simbolo da revolução, ela não quer isso, em outros filmes/livros desse gênero parece que o personagem gosta de ser o líder.
      Por esse e outros motivos eu acho o Em chamas o melhor livro e consequentemente o melhor filme também!
      Obrigada pela sua visita.

      Excluir
  3. Eu preciso assistir!! Estou tão nervosa e ao mesmo tempo ansiosa hahaa foi uma saga muito interessante e cheia de críticas à sociedade.
    Parabéns pelo post! Espero que tenha gostado.

    Blog Martinha Barreto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, nem fale! Muito intenso! Você leu os livros? São ainda melhores que os filmes.

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. De mundos distópicos, essa é minha saga favorita (tbm amo a Seleção, a tirania do Clarkson parece muito com a do Snow) amei o desfecho e ainda não consegui formar uma opinião, não posso dizer se foi o melhor da franquia (pra mim tanto livro como filme é Em Chamas rsrs) mas tbm não foi o pior. Em minha humilde opinião todos os filmes e livros são ótimos, nenhum é ruim, mas existe o favorito sempre, e é Em Chamas :'( foi um desfecho fiel ao livro. Minha saga do coração seus temas abordados são intensos e de se pensar, e não só team Peeta e team Gale kkk. Não sei dizer como me sinto com esse fim, tem como superar será? A morte do Finnick dói até agora, que injusto, se fosse pra mudarem isso no final eu com certeza não ficaria irritada kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani! É verdade, eu também amo muito JV; Pra mim ela é uma série muito focada na arte política e não no romance como A Seleção e Divergente por exemplo e isso da um ar mais real ao conflito. Amei as adaptações, como você leu no texto, pra mim foi a série mais fiel de todas!!! Espero que façam mais isso nas próximas adaptações; Beijos e obrigada pela visita

      Excluir
  6. Achei fraco, o final nao deu aquela surpresa, ficou parecendo que cortaram uma cena... vc tem a impressao que toda vez que a acao embala eles quebram o clima com uma conversa chata ou para gravar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas, você leu o livro? Porque é exatamente igual ao livro! Então não teria como o filme ser diferente. Embora eu não concorde, entendo o que você quis dizer. Mas como eu já sabia o final talvez tenha feito mais sentido pra mim e tlz. Mas, sei la, veja mas uma vez, quem sabe você muda de ideia? Obrigada pela visita, beijos

      Excluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.