[Resenha] - Soldier: leal até o fim - Sam Angus

Editora: Novo Conceito
Lançamento: 2015
Gênero: Ficção Inglesa
Título Original: Soldier Dog
Tradução: Julio de Andrade Filho
Páginas: 248
ISBN: 978-85-8163-402-9

Stanley é um menino de quatorze anos apaixonado por cachorros. Quando seu irmão mais velho, Tom, foi convocado para servir ao exército durante a Primeira Guerra Mundial, Stanley ficou sozinho com o pai, a quem ele chama de Da, e Rocket, a cadela de raça pura da família.
Um dia, porém, Rocket escapa de casa e volta prenha. Stanley fica animado com a possibilidade de novos cachorrinhos, mas Da fica irritado ao imaginar que sua cadela terá filhotes mestiços, anunciando que dará um jeito de se livrar dos pequenos assim que nascerem. 

Quando nascem os cachorrinhos, Stanley se compromete a cuidar de todos eles, mas é pelo único macho da ninhada que ele adquire um afeto incomum. O garoto e o filhote, a quem ele deu o nome de Soldier, se tornam grandes amigos. Quando os filhotes já estavam prontos para o desmame, Da avisa Stanley que os levará aos ciganos para que ficassem com eles. Chegando ao local, o líder dos ciganos se recusa a ficar com Soldier após ver a afeição de Stanley pelo cachorro e Da é obrigado a ir para casa com o filhote.
Inconformado com a situação, Da pega o filhote enquanto Stanley dormia e o leva até o lago, para se livrar dele. Quando o menino acorda e percebe o que aconteceu, já era tarde para deter o pai e, inconformado com tamanha brutalidade, Stanley foge de casa.

Seu plano é encontrar Tom, então Stanley não pensa duas vezes antes de se alistar no exército. Ali, ele descobre que o exército está convocando cachorros para trabalharem com a entrega de mensagens importantes entre as Companhias. E que precisavam de homens para adestrar estes cães mensageiros.
Stanley rapidamente se alista para ser um dos treinadores e junto com outros homens, é levado para o local de treinamento.

Lá, Stanley fica responsável por Bones, um grande cachorro preto que conquista o coração do garoto. Inteligente e protetor, Bones logo se torna um excelente cão mensageiro. 
Por isso, quando Stanley recebe o seu segundo cachorro para cuidar, não acredita que poderá ter por ele o mesmo afeto que por Bones. Mas seu novo cachorro parece ter por ele um afeto incomum que mudará para sempre a vida de Stanley.

"O cão deve querer estar com você. Se ele quiser estar com você, então ele será leal, corajoso e honrado. Não só isso: ele vai ser impulsionado como se por uma espécie de magnetismo, atravessando em meio às bombas, através de furacões de fogo e de campos com tanques se deslocando, pelo desejo de estar com você. Se ele amar você, vai correr para casa, para você, mesmo através de nevascas de estilhaços de ferro." 
"Soldier - Leal até o fim" é um livro que retrata os horrores da Primeira Guerra Mundial e o amor incondicional que os animais podem sentir por seus donos. Mais do que isso, o livro mostra que, em meio à tantas coisas ruins, ainda pode existir algo bom, ainda pode existir amor. 


A narrativa é em terceira pessoa, retratando a vida e os pensamentos de Stanley. Seus sentimentos ao vivenciar todos os terríveis acontecimentos de uma guerra e o medo e nervosismo pelo que poderia acontecer com seus cães, com os quais adquiriu um elo inexplicável.
O livro divide-se em três partes. O que aconteceu antes de Stanley ser convocado, o que aconteceu durante seu período como adestrador dos cães mensageiros e o que aconteceu depois. Durante todo o livro, Stanley passa por muitas situações ruins, a ponto de você chegar a acreditar que ele nunca mais será uma pessoa feliz, mas após tanto esforço, ele é recompensado com a maior felicidade de todas, algo que não se pode nem imaginar. Mas quando eu descobri, fiquei com um enorme sorriso estampado no rosto, passando a noite em claro só para poder terminar e ver se tudo aquilo era real.


"Soldier - Leal até o fim" não fala somente de um, mas de vários cachorros. E todo livro sobre cachorros tem a capacidade de nos provocar fortes emoções. Cada um deles com a sua personalidade, forma, cor, tamanho, mas com uma coisa em comum: o amor e afeição por aqueles a quem amam. Com uma ótima representação dos acontecimentos e uma escrita que prende o leitor, este livro é uma obra emocionante que todos deveriam ler.

2 comentários:

  1. Fiquei com vontade de ler esse livro. Sou apaixonada por cachorros. O meu livro favorito até o momento é Marley & Eu. Eu quase molho o livro de tanto chorar no final do livro mas tudo bem, mesmo assim é o meu favorito daqueles que eu não dou, não vendo e não empresto a qualquer um.
    Se der visita o meu blog e se possível segue também.
    http://animeseriesforall.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa! Se você gosta de livros que tenham cachorros, você vai amar Soldier! É maravilhoso! Também adoro Marley & eu, mas me senti muito mais emocionada com a história do Soldier, para você ver. rsrs
      Quando ler, venha compartilhas suas opiniões com a gente! =)
      Beijos

      Excluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.