[Resenha] - Prince of Thorns - Mark Lawrence


Título : Prince of Thorns
Editora : Dark Side
Páginas : 360
ISBN : 9788566636116
Idioma : Português
Lançamento : 2013


Quando me deparei com esse livro fiquei completamente encantado. Em primeiro lugar pela primorosa edição e encadernação da Dark Side: o livro tem capa dura, uma contra capa em um tom de vermelho lindo, fita marca página em seda, e até mesmo as páginas são mais grossas que o normal. 
A história nos apresenta o príncipe Honório Jorg Ancrath. Sua família possui um território central onde um dia foi um Império muito grande, que se dividiu em vários reinos. Claro que por isso as guerras são constantes, e quando Jorg era criança, mais especificamente aos 8 anos, acontece o que mudaria sua vida para sempre. Atacado enquanto viajava com sua mãe e irmão caçula, Jorg foi arremessado em um arbusto de roseira brava, onde ficou preso, e viu o brutal assassinato deles; os espinhos rasgaram sua carne e sua alma. Ele cresceu sendo educado por um tutor, e se dedicou a aprender sobre a guerra, alimentando seu desejo de vingança. Até que um dia, aos 11 anos, ele liberta um prisioneiro das masmorras do castelo de seu pai, e acaba se juntando a ele e a um bando de assassinos, mais uma vez motivado pela vingança, afim de aprender a ser um frio assassino. Passam-se os anos e Jorg aprende com maestria, passa a ser o líder do bando e até mesmo um cavalheiro de confiança que o rei mandou para trazê-lo de volta se afeiçoa a ele e passa a segui-lo. Jorg então desenvolve uma personalidade de anti-herói, ou seja, sem escrúpulos, ele não mede esforços, nada e ninguém consegue se opor a ele. Chega o tempo que Jorg volta ao castelo de seu pai, que agora anos depois está casado novamente, e é claro que ele não gosta de sua madrasta. Quando conhece a irmã da esposa de ser pai, Katherine, ele desenvolve por ela uma paixão avassaladora. Com o intuito de ganhar a aprovação de seu pai, ele se propõe a realizar uma tarefa impossível, e para surpresa de todos ele consegue; mas é a reação de seu pai que o surpreende. 
Sem conseguir reatar com ele, Jorg vai consumar sua vingança contra o mandante do assassinato de sua mãe e irmão, mas no final ele descobre que tudo o que ele passou, e o que acontece por todos os reinos, é parte de um plano muito maior.


"Guerra, meus amigos é uma coisa bela. Aqueles que dizem o contrário não sabem o que estão perdendo." Príncipe Honório Jorg Ancrath


Prince of Thorns (Príncipe dos Espinhos) é o primeiro livro da trilogia dos Espinhos, de gênero fantasia/ficção científica, assim classificado porque o mundo criado por Mark Lawrence é um típico mundo medieval, castelos, reinos, cavaleiros, corte, tudo está presente. E algo que eu gostei muito, um tipo de magia única criada pelo autor, fiquei feliz por ver algo diferente e bem feito. Os misteriosos Construtores, personagens que são pouco abordados no livro, mas são apontados como os responsáveis pelas misteriosas construções presentes por todo o Império, e por algumas máquinas que ninguém compreende. Gostei desse mistério, algo que o autor soube manter presente de forma que prende a atenção do leitor. Mas com certeza o melhor do livro é Jorg Ancrath, um personagem complexo, que se indaga sempre sobre aquilo que ele observa, sobre o caminho que deve seguir. O principal é que ele é decidido, e não importa se tudo se mostra contra ele, pelo contrário, ele gosta que seja assim. Você sempre se surpreende com as ações dele, eu o classificaria até mesmo como um sociopata, mas é inegável, que a maioria dos leitores que o conhece, quer ver até onde ele pode chegar. As aventuras que ele narra pelas estradas do Império junto com o bando, os quais se chamam de irmãos, são muito legais, mesmo não concordando com suas ações, você entende o caminho que ele resolveu seguir, e acaba torcendo por ele. Se você gosta de livros como os da série Game of Trones e O Senhor dos Anéis, a trilogia do Espinhos é leitura recomendadíssima. Você não se arrependerá de acompanhar Jorg contra tudo, e contra todos.


"Memórias são coisas perigosas. Você pode revirá-las sem parar, até conhecer cada cantinho delas, mas ainda assim acaba encontrando uma aresta e se cortando." Príncipe Jorg Ancrath



3 comentários:

  1. Gustavo, parabéns pela resenha, está pequena e bem explicada. Consegui entender o que o livro passa.
    Agora, que capa é essa ??? Adorei a capa, dá um ar de suspense e mostra ser uma história interessante.
    Invejinha branca .. não tenho nenhum livro com marcador de seda. hahahhaa
    Gostei mesmo, uma ótima leitura *--*

    Beijos
    http://casinhadaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Rachel, ficamos muito felizes que vc esteja apreciando nossos posts. Recomendo muito a leitura dessa trilogia, o mundo criado pelo autor, e os personagens são incríveis. Agora quanto a capa e a encadernação tudo que eu disser ainda é pouco, toda a trilogia tem o mesmo acabamento, são meus "livros luxos"! Teremos amanhã e depois de amanhã a resenha do segundo e terceiro livros... a Darkside é conhecida por esse tipo de livro impecável! Obrigado pelo comentário, e volte sempre :)

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto bastante dessa atmosfera medieval. Pelo que vi o livro apesar de ter um título em inglês, é todo em português. Mas deve ter um preço bem salgadinho por ser capa dura e por ter todo o acabamento que você citou.
    Se der visita o meu blog e se possível segue também.
    http://animeseriesforall.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.