[Resenha] - Como se apaixonar - Cecelia Ahern

ISBN-13: 9788581637860
ISBN-10: 8581637868
Ano: 2015 / Páginas: 352
Idioma: português 
Editora: Novo Conceito


Christine é uma moça de 33 anos que trabalha em uma central de relacionamentos. Ela ajuda pessoas a encontrar empregos e a mante-los. Naquela noite em questão, ela não deveria estar naquele ponto da cidade, pois havia um homem, Simon e ele estava com a arma apontada para a própria cabeça. Christine conversou com ele, mostrou que se importava e quase conseguiu faze-lo mudar de ideia. Quase. Com os acontecimentos da noite ainda martelando em sua cabeça, ela decide mudar o rumo de sua vida a começar pelo seu casamento já fracassado. Barry não aceita a decisão e acredita que ela está confusa por ter presenciado um homem tirar a própria vida. Percebendo que ela está falando sério, ele tem um ataque de fúria e começa a tomar tudo o que é dela: a casa, o carro, o dinheiro na conta conjunta. 
Com a vida mais bagunçada do que nunca, Christine se muda para o porão da empresa de advocacia do pai, passa a dirigir o carro da amiga Julie, que mudou-se de país e até mesmo demite a secretária por engano, o que causa grande transtorno em sua vida profissional.
Como se tudo já não estivesse ruim o bastante, ela acaba no lugar errado na hora errada. Exatamente na ponte Ha'penny no momento em que Adam resolve se jogar e acabar com a própria vida. Sem pensar duas vezes, Christine o agarra e decide usar todos os argumentos para impedir que ele faça aquilo, como se fosse sua segunda chance de fazer a coisa certa e dessa vez ela não poderia falhar.




Adam desiste do suicídio por hora. Transtornado por perder a namorada para o melhor amigo, descobrir que o pai está com câncer em estágio terminal e ser obrigado a substituí-lo na empresa da família que ele nunca quis trabalhar, Adam faz uma proposta para Christine: ela deve lhe mostrar o sentido da vida, ajudá-lo a se livrar da empresa da família e a reconquistar a namorada até a data de seu aniversário, ou então ele voltaria para a ponte e terminaria o que ela impediu. 

O problema é que o aniversário de Adam é dali a 2 semanas e ela nem imagina por onde Como se apaixonar é um livro apaixonante. Com uma linguagem fácil, ele flui e você não consegue parar de ler. Fazia muito tempo que um livro não me encantava desde o começo e eu fiquei fascinada com ele desde o primeiro capítulo. Christine é um pessoa incrível, ela é determinada e gosta de ajudar pessoas, isso faz dela um ser humano maravilhoso. Ela é forte e decidida. Com certeza uma das personagens que eu mais gostei de conhecer até hoje. Adam está perturbado, mas nos momentos de lucidez podemos perceber que ele é um homem íntegro, engraçado e de bom coração.
O livro é inteiramente narrado por Christine, por isso não sabemos sobre os pensamentos de Adam, apenas quando ele fala com ela. Durante as duas semanas que passam juntos, Christine começa a se apaixonar por Adam, mas ela sabe que a missão dela é fazer com que a namorada volte porque essa é uma das condições para que Adam continue vivo. 
Em momento nenhum Christine tenta conquistar Adam, ela sabe que é carta fora do baralho e foca somente em ajudá-lo a sair do buraco emocional que ele se encontra. Adam também não percebe a paixão que ela sente por ele. 

Quando a gente lê o titulo do livro, logo pensamos que eles vão viver um romance. Mas não é isso que acontece. Christine está tentando fazer com que Adam volte a se apaixonar pela vida. Ela quer que ele tenha vontade de viver. Assim, partimos com eles por duas semanas de autodescoberta, sintonia e momentos de tensão. A todo momento temos medo de Adam simplesmente se matar e o livro acabar antes da hora.

Esse livro me emocionou muito. Passar essas duas semanas com eles e sentir as emoções deles foi muito intenso. É um livro que faz você querer amar a vida. Passamos o livro todo torcendo para Adam mudar de ideia e quando chega o momento exato já nos apaixonamos por ele e por Christine. É um daqueles livros que os personagens demoram um pouco para nos deixar. Esse livro mexeu muito comigo e com minha maneira de ver a vida. Eu nunca tinha lido um livro que tratasse do suicídio e mesmo os que eu vejo que existem não parecem ser nesse formato. Ou a pessoa já morreu ou ela morre durante o livro. Mas esse trata da redenção, de como uma pessoa pode chegar ao fundo do poço e ressurgir ainda mais forte, como ela pode ter uma segunda chance e como alguém pode ser decisivo nessa recuperação. Esse é, sem dúvidas, o melhor livro da Cecelia Ahern que eu li até hoje. 

Assista a resenha em vídeo:




3 comentários:

  1. O único livro da Cecelia Ahern que li foi "O Livro do Amanhã", e amei o livro e o jeito que ela escreve.
    Quando vi o título do livro pensei que ia ser algum daqueles romancezinhos que não curto, mas depois de ler sua resenha vi é algo além disso e me interessei bastante. Acho que vou ler!

    BJS!!!
    http://adolescenteonlineoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O jeito que ela escreve é único mesmo!!! Eu também pensei que era um romance qualquer, mas ai a sinopse já me encantou. Quando eu li e vi que não era nada daquilo, me conquistou de vez!! ahahaha Sensacional; Leia e depois em conte o que achou! ^^

      Excluir
  2. UAU! Quanta vontade de ler este livro agora...
    Acho que pelos meus comentários você já sabe que sou apaixonada pela escrita da Cecelia Ahern. Já li P.S.: Eu te Amo, Simplesmente Acontece e O Livro do Amanhã e caso você ainda não os tenha lido, super recomendo.
    Este, com certeza, será minha próxima aquisição. Obrigada pela dica de leitura.
    Beijo!
    Blog Monykisses

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.