[Semana do Terror] - It: A Coisa - Stephen King

Editora: Suma de letras
Lançamento no Brasil: 1986 (original) / 2014 
Gênero: Ficção americana / terror
Título Original: It
Páginas: 1104
Tradução: Regiane Winarski

ISBN: 978-85-60280-94-0

Foi nas férias escolares de 1958 que os amigos Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly depararam-se pela primeira vez com o que eles denominaram de "A Coisa", uma criatura sobrenatural que se apresentava de diferentes formas, sendo a mais comum delas o "inofensivo" palhaço Pennywise, antes de cometer assassinatos terríveis na pequena cidade de Derry. Rapidamente, o que era para ser um verão de diversões acabou se tornando a época mais assustadora da vida deles.

Tão rápido como começaram, as investidas da Coisa cessaram, mas permaneceram para sempre na memória daquele grupo de amigos. Cientes do perigo que a criatura representava, eles fizeram um pacto: o de impedi-la para sempre caso ela voltasse a atacar.

Mas agora, quase 30 anos depois, o tão temido momento chegou. Quando Mike, o único dos antigos amigos que permaneceu em Derry, informa aos demais que a Coisa entrou em ação novamente, todos precisam deixar o conforto de suas novas vidas e se reencontrarem para cumprir o que há muito haviam prometido. 

" 'Começou de novo', disse Mike; 'Você vem?', disse Mike. E agora estou com febre, Marty, só que é uma febre que não baixa com aspirina, e estou com falta de fôlego que a maldita bombinha não resolve, porque essa falta de fôlego não é na garganta nem nos pulmões, é ao redor do meu coração. Vou voltar para você se puder, Marty, mas me sinto um homem de pé na boca de uma velha mina cheia de deslizamentos prestes a acontecer, me despedindo da luz do dia."

Considero a minha leitura de It: a Coisa como tendo sido um desafio muito grande. Há anos eu não lia nada do autor e recomeçar por um de seus maiores livros não foi nada fácil! Demorei bastante para me acostumar com o ritmo da história e a escrita do autor, da qual eu já havia me esquecido. Relatando os acontecimentos "atuais" e os de 1958 de forma intercalada, sob o ponto de vista de sete personagens diferentes, precisei prestar o dobro de atenção para não me perder na narrativa (o que ainda assim, aconteceu comigo!).

Cada um dos capítulos envolve um dos personagens e eles contam sobre suas vidas atuais e seus momentos de medo ao enfrentarem a Coisa durante a infância. Aliás, este é um tema bem descrito no livro todo, o medo. Até porque os personagens precisam enfrentar muitas situações misteriosas, desafiar uma criatura assassina até então desconhecida por todos. Não dá para não ficar com medo, né? É compreensível que até 30 anos depois, continuem sem um rumo definido e um plano concreto a se seguir. 



Muitas vezes me peguei viajando, pensando em coisas completamente diferentes e tendo que ler um mesmo trecho de novo. Uma das coisas que eu aprendi com este livro é que talvez eu não seja muito boa com livros grandes. Não desmereço o autor nem a obra, muito pelo contrário! O mundo criado, assim como a riqueza de detalhes, foram incríveis e até hoje me fazem pensar como uma pessoa pode ter tantas ideias e tanta criatividade assim! Mas se você é uma pessoa que, assim como eu, tem uma paciência bem curtinha, aconselho que vá com calma, não seja afobado(a) como eu fui. (Re)comece Stephen King por outro livro. 

Nenhum comentário

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.