[Resenha] - Marianas: A Civilização dos Sonhos - E. Chérri Filho

Editora: Giostri

Lançamento: 2015

Gênero: Romance nacional / Fantasia
ISBN: 978-85-8108-551-7

"Marianas - a civilização dos sonhos" é uma estória em terceira pessoa que narra a vida de Jeremy, um cientista que desde pequeno sempre sentiu uma atração inexplicável pelo Oceano. E por causa deste fascínio em relação aos mistérios que poderiam estar escondidos debaixo daquele calmo manto de água que ocupa a maior parte da Terra, Jeremy resolve iniciar uma expedição com um único objetivo: encontrar criaturas marinhas nunca antes registradas. Criaturas que povoam as histórias infantis e lendas urbanas por todo o mundo. Sereias.
Ele logo parte sozinho para o local em que se encontram as Ilhas Marianas e também o ponto mais fundo da Terra e que nenhum outro ser humano jamais conseguiu alcançar. Jeremy está confiante de que, neste ponto remoto do planeta, ele irá encontrar o que procura, a civilização perdida que ele costuma chamar de civilização dos sonhos.

Com o seu barco ancorado em um ponto específico das redondezas das Ilhas Marianas, Jeremy passa seus dias pesquisando e mergulhando à procura de algo que fizesse sua viagem valer a pena. Até que, em um de seus mergulhos, ele acaba adentrando em uma área profunda e perigosa demais para um humano sem submarino e perde os sentidos, acordando algum tempo depois na tão procurada civilização de sereias. Lá, ele descobre ter sido salvo pela jovem Lícia, uma ariata azul e irmã de Gléssios, o líder desta maravilhosa civilização secreta. Jeremy implora aos irmãos para que lhe apresentem seu reino e ele logo é bem recebido pelo povo dos ariatas azuis, cuja bondade faz com que Jeremy seja convidado a ficar para sempre. 


Mas os ariatas azuis possuem um reino inimigo: o reino dos ariatas vermelhos, que há muito tempo, corrompidos pelo egoísmo e sede de poder, abandonaram os azuis e criaram uma cidade a parte. E quando os ariatas vermelhos descobrem que uma regra importante das civilizações secretas foi quebrada com o salvamento de um humano, eles logo decidem colocar um plano vingativo em prática. Um plano que pode acarretar uma guerra entre os dois povos e colocar em risco a vida existente em todo o planeta.

"Uma jovem jornalista, num momento de lucidez, vira os seres abraçando-os e salvando-os. Por segundos observou a sereia com seu colega nos braços [...]. Os demais membros da navegação pensaram que os golfinhos é que os haviam salvado."

"Marianas - a civilização dos sonhos" é um livro pertencente à Saga das Sereias. Este livro foi muito interessante de ler, pois o autor faz uma mescla de fantasia e realidade de forma bem dosada. Narrado em terceira pessoa, o livro nos mostra principalmente alguns segredos do fundo dos sete mares que nenhum humano tinha conhecimento até então. Isso é muito interessante, porque os oceanos ocupam 70% da face do nosso planeta e o ser humano mal explorou 3% dele, o que acaba abrindo brechas para nossa imaginação sobre o que de fato pode haver lá no fundo.

Os cenários são bem descritos e, por serem reais, despertam a vontade de ir procurar sobre eles na internet, fazendo assim com que imaginemos tudo com muito mais clareza à medida que as páginas vão passando.

A diagramação do livro é muito boa, com capítulos em tamanho mediano para a leitura não ficar cansativa. A capa é maravilhosa, emanando uma aura de mistério que fica em boa sintonia com a estória. A única coisa que me deixou meio perdida foi a falta de numeração nas páginas, já que eu sou uma pessoa que marca o número das páginas que possuem trechos legais! A escrita é, sem mais delongas, encantadora. O autor tem uma forma única de se expressar e que não se encontra em qualquer livro! "Marianas" é repleto de trechos apaixonantes. Me encanta a forma como o autor retratou o amor neste livro, seja ele materno, fraterno ou entre um casal... Trechos tão tocantes e puros que criaram aquele calorzinho ao redor do coração de tão bonitos e profundos que foram. 

Cada segundo da minha leitura valeu a pena. Um misto de sensibilidade e tensão me deixaram ansiosa para saber o desenrolar dos acontecimentos e chegar logo ao final para descobrir como tudo ia terminar. A fluidez da escrita, é claro, ajudou bastante. "Marianas" é o tipo de livro que você não consegue imaginar o final, mas torce para que tudo termine bem. Parceria cedida pelo autor Chérri Filho, "Marianas" ganhou um espacinho muito especial na minha estante!

8 comentários:

  1. Eu li...achei maravilhoso...foi o meu de \Natal..:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom mesmo!!! Uma ótima leitura você teve no Natal rs
      Tomara que os demais não demorem para sair!

      Beijo

      Excluir
  2. Olá!
    Eu também recebi esse livro do Chérri e me surpreendi muito com a estória! Apesar de ter achado muito meloso o romance do Jeremy e da Licia, a narrativa me encantou demais! Adorei tua resenha, Marina. Concordo com a tua opinião sobre o livro em grande parte, :)

    Beijos!

    Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helena!!
      Sou suspeita para falar, amo todo e qualquer livro que tenha relação com este tema! Não reclamo do romance, até porque já vi livros com romances mais melosos, então achei bem dosado neste livro. A narrativa é muito boa mesmo, mal posso esperar pelos outros! rs
      Obrigada pela visita!!
      Aproveitando que você também já leu, vou ler a sua resenha pra gente poder conversar mais sobre ele =D

      Bjs!

      Excluir
    2. Então, eu não costumo ler livros de romance, então achei esse casal meloso demais para os meus padrões, haha. Os únicos livros de estórias de amor que leio são os da Jane Austen, que tem cenas bem comedidas em que as declarações são super discretas.

      Bjs!

      Excluir
    3. Hahaha, te entendo! Eu gosto de ler romances, então se eu fizer uma comparação com outros que eu tenho e amo demais, ele é bem meloso, sim. Mas, como eu disse antes, já li mais melosos! rs
      Da Jane Austen só li um, Orgulho e Preconceito! Achei bem interessante, muito diferente do que estava acostumada a ler em termos de romance. Sem dúvida, esses de época são mais... "charmosos". hahaha. Mas preciso reler. Já faz muito tempo...

      Bjs!

      Excluir
  3. Também me incomodou o fato do livro não ser numerado, provavelmente começarei ler semana que vem. Nunca li livro de sereia e foi um dos motivos que me interessei na parceria, é sempre bom ler algo novo não é? Beijos!
    www.menteliterariablog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Julia. A falta de paginação me confundiu, e o mais engraçado é que o livro que eu li depois desse também não tinha as páginas numeradas! Fiquei pensando se não seria alguma moda nova entre os nacionais rs.
      Para não falar que nunca li, já tive a oportunidade de conhecer uma outra trilogia sobre sereias, mas achei o Marianas mais legal! Depois que ler nos conte o que achou =)
      Realmente, quando a gente descobre novos gêneros e novas histórias, é indescritível!

      Beijos
      Volte sempre!

      Excluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.