[Resenha] - Relato de um anjo - Fábio Magalhães


Editora: Chiado
Lançamento: 2016
Gênero: Literatura Nacional / Romance
Páginas: 158
ISBN: 978-989-51-6468-4

Foi em um dia ensolarado como qualquer outro que Felipe e Amanda se conheceram. Atraído pela moça, o rapaz resolve se aproximar e logo ambos descobrem que possuem uma paixão em comum pela escrita. O relacionamento dos dois, com o passar do tempo, vai se tornando mais forte e Amanda e Felipe não conseguem mais se ver longe um do outro.

Até que Amanda fica doente e quando Felipe sai para buscar medicamentos, sofre um acidente e morre instantaneamente. Ao entender o que lhe aconteceu, Felipe recusa-se a ir para a luz mesmo tendo esta etapa de sua vida finalizada, pois sente que não pode abandonar Amanda e resolve ficar no plano terrestre para proteger a amada, ainda que esteja correndo perigo nas mãos de criaturas das trevas.

"É destruidor quando a tristeza cai, e entristece os olhos de quem você ama, e a deixa chorando sozinha em sua cama. E você não pode fazer nada [...]"


É comum, ao ver um livro com este título, se pensar em algo com seres angelicais, com suas enormes asas brancas – em um primeiro momento, foi o que eu mesma pensei - mas este não é o caso de “Relato de um anjo”. E eu achei muito interessante o autor ter levado esta temática por outro caminho, mostrando um lado da palavra anjo que quase não vemos nos livros, a ideia de que alguém que tanto amamos pode continuar cuidando de nós, independente de onde quer que esteja.

O livro – primeiro romance do escritor nacional Fábio Magalhães – conta com uma estória bem elaborada e uma bela mensagem em suas entrelinhas, capaz de emocionar os leitores mais sensíveis. O fato de os personagens possuírem um amor incondicional pelo mundo da escrita, fez com que o autor mesclasse várias poesias ao seu texto, o que deu um ar bem romântico ao livro, com muitas frases maravilhosas.

"E diante do tempo, peço desculpas se eu sair da sua vida
sem dar explicação,
Se eu estiver longe para te consolar, nem poder te aconselhar.
Peço desculpas se eu não puder enxugar suas lágrimas
quando você chorar.
Mas levarei a certeza de que anjos perdidos com o tempo
também choram."

Ainda que tenha sentido que o autor poderia ter se aprofundado um pouco mais
nos detalhes da narrativa, que aos meus olhos foi muito acelerada, a sensibilidade que o livro nos traz é muito cativante. É muito fácil sentir nesta obra, seja alegria ou tristeza, medos ou incertezas, um amor forte e verdadeiro ou a pureza de uma criança. Os personagens são simples e ao mesmo tempo complexos, como qualquer outro personagem que podemos encontrar em tantos outros livros, mas com um misto de sentimentos e características que os tornam únicos.

A diagramação do livro está muito bonita, com uma capa em um tom vivo, alegre, que já encantou meus olhos em um primeiro momento. Narrado em primeira pessoa com capítulos e fonte em tamanhos adequados para não tornar a leitura cansativa, o livro está um capricho só - ainda que a revisão tenha deixado um pouquinho a desejar. Ainda assim, "Relato de um anjo" é um livro emocionante que marcou o início da carreira do autor na literatura de forma muito positiva e que, portanto, vale muito a pena ser lido.

2 comentários:

  1. Olá, adorei seu blog! Parabéns!
    Tbm gostei da resenha do livro!
    http://osviajantesdelivros2015.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marianne!!
      Obrigada, fico feliz que tenha gostado! =)
      Um beijo!!
      Volte sempre!

      Excluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.