[Projeto Desventuras em Série] - Resenha - Serraria Baixo-Astral - Lemony Snicket

Desventuras em Série #4
Editora : Seguinte
Gênero : Infanto Juvenil 
Lançamento : 2016
Número de Páginas : 176
ISBN : 9788535902105



Olá gente sedenta por leitura! Como vocês já devem acompanhar aqui no blog, cá estou eu com mais uma etapa do Projeto Desventuras em Série. Venho atualizar vocês a quantas anda minha leitura da saga. No post anterior em falei sobre minhas primeiras impressões da história, e falei sobre os três primeiros livros. Hoje trago para vocês a resenha de Serraria Baixo-Astral, quarto livro da saga. Mais uma vez nossos queridos protagonistas se vêem indo encontrar outro tutor. O pérfido Conde Olaf (vilão da saga), sempre arruma um jeito de atrapalhar a vida dos órfãos Baudelaire. Violet, Klaus e Sunny vão para Paltryville (praticamente uma cidade deserta). O autor nos alerta que esse episódio da vida dos Baudelaire é considerado por ele o mais triste e desgraçado até agora. E sinto informa - lhes que ele fala a verdade. Ao chegarem na cidade deixados lá pelo senhor Pal (testamentário da família), eles descobrem que seu novo tutor se chama Senhor (na verdade ele é conhecido assim por ninguém saber pronunciar seu verdadeiro nome); e que ele é dono da Serraria Alto-Astral (nome que representa o oposto que os órfãos viveram ali!). Senhor é um homem baixo, mandão e que está sempre fumando um charuto (isso faz com que ninguém consiga enxergar seu rosto, sempre coberto pela fumaça). Ele pasmem, põe os irmãos para trabalhar na Serraria! E o pior está só começando; além disso, no almoço eles tem cinco minutos para mascar chicletes! É um absurdo, atrás do outro. Os empregados não recebem salário, e sim vales descontos variados para usarem nas lojas da cidade! 


O trabalho na Serraria é muito duro e cansativo. Para piorar (como se a vida dos Baudelaire já não estivesse uma droga!), o capataz encarregado de fiscalizar o trabalho é um ser repugnante, desrespeitoso  e nojento. Ele faz o trabalho que já é difícil se tornar um verdadeiro inferno! Mas vocês devem estar se perguntando, onde está o cruel Conde Olaf? Era o que os irmãos Baudelaire também estavam se perguntando nesse ponto da história. E como pensar em coisa ruim, atrai coisa ruim, não demorou para ele dar as caras! Depois de Klaus se acidentar e ter seu par de óculos quebrado, ele é mandado a oftalmologista da cidade. Ao retornar ele está completamente diferente! Aéreo, distraído, sem reconhecer nenhum nome ou pessoa; apenas respondendo a comandos de ordem para trabalhar. Obviamente Violet e Seunny ficam muito desconfiadas e aflitas por muito provavelmente ter o dedo podre do Conde Olaf nesse comportamento de Klaus. E elas estavam certas! Após Klaus cair mais uma vez e precisar ir na doutora, elas insistem em ir com ele. E lá elas descobrem nosso vilão disfarçado mais uma vez! Como o Conde Olaf é vaidoso e arrogante, ele conta seu maldito plano para se apoderar da guarda das crianças. E dessa vez parece impossível que os Baudelaire se salvem!!!

Apesar de todo o sofrimento dos irmãos e os obstáculos que enfrentem, eu não consigo deixar de querer ler mais e mais de suas desventuras! Mesmo com o autor nos advertindo e pedindo que procuremos outras coisas para fazer e deixamos a triste história dos Baudelaire de lado; e impossível conhecer esses três irmão adoráveis e esquecê - los. Essa atitude do autor, só aumenta meu desejo de ler todos os livros o mais rápido! Uma coisa que gosto muito nos Baudelaire é a união que eles tem. Apesar de tudo sempre dar errado para eles, o companheirismo deles é inspirador. A preocupação e atenção que dão uns aos outros é admirável! Outro aspecto que gosto muito é o fato de eles sempre recorrerem aos livros para solucionar seus problemas! Temo muito que possa chegar um dia que o Conde Olaf perceba esses detalhes, e possa vir a privar os Baudelaire de sua união e acesso aos livros. 

Esse quarto livro foi o que mais me causou revolta e choque até agora! Já tinha acontecido mortes nos livros anteriores, mas foram mortes sob circunstâncias veladas e escondidas. Nesse exemplar acontece a primeira morte sangrenta e com muitas testemunhas. Prevejo mortes mais chocantes no decorrer da história! Adianto que estou na metade do quinto livro, e me surpreendendo sempre com a criatividade do autor na escrita reverente e singular. Essa saga deve se tornar uma das minhas favoritas com certeza! Lembrando sempre que esse é um projeto conjunto com outros nove blogs, canais literários e a editora Seguinte. Tudo isso para lembrá - los também da série produzida pela Netflix baseada nos quatro primeiros livros da série, e que estreia dia 13 de Janeiro. 










Vocês encontram mais conteúdo acessando : Não apenas históriasMoonlight BooksEntão, eu liResenhando SonhosCapa e TítuloDe Cara nas LetrasLendo & ComentandoAlém do Livro e No Mundo dos Livros. Antes da estréia da série farei mais um post do projeto! Então até a próxima etapa pessoal!

2 comentários:

  1. Oi Gustavo! Tudo bem?
    Não vejo a hora de começar este livro, até agora os demais foram como releituras, pois eu já conhecia a história até ali. Fico imaginando quais novas desventuras eles vão ter que aguentar, eu adoro as crianças e morro de pena deles.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida :)
      Olha você vai gostar muito desse quarto livro. Vivi experiência similar a sua, porque também já assisti ao filme, e os três primeiros livros já conhecia os pontos principais. A leitura tem sido muito prazerosa (apesar do sofrimento das Crianças)... já acabei o sexto livro, e rápido partirei pro sétimo! Rsrsrsrs...
      Obrigado pela visita, beijos...

      Excluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.