[Resenha] - Filho das Sombras - Juliet Marillier


Editora: Butterfly
Lançamento: 2013
Título Original: Son of the shadows
Páginas: 823
ISBN: 978-85-88477-99-5

Este segundo livro da série Sevenwaters conta a história da jovem Liadan, filha mais nova de Sorcha e Red, irmã de Niamh e gêmea de Sean. Liadan é, fisicamente, muito parecida com Sorcha e tal como ela, aprendeu a utilizar todos os tipos de ervas medicinais, vindo a se tornar curandeira de Sevenwaters ao lado da mãe.
Assim como Sorcha e seu irmão Finbar, Liadan e Sean possuem a habilidade de se comunicar mentalmente. Por isso, quando Liadan acaba descobrindo inesperadamente o romance proibido de sua irmã Niamh com um druída, Sean fica sabendo também. Tal romance é inadmissível e por decisão de seu pai e seus tios, Niamh é obrigada a se casar com um outro homem, indo morar em outro reino e nunca mais podendo reencontrar quem realmente amava.
Liadan resolve acompanhar a irmã durante sua viagem para dar-lhe o máximo de apoio possível, mas durante sua volta para Sevenwaters, a garota acaba sendo capturada. Liadan logo descobre estar em um acampamento de homens foragidos, conhecidos por matar sem piedade, cujo chefe, conhecido como o Homem Pintado, é um dos mais temidos - e procurados - de Erin. No entanto, esses homens aparentemente tão sanguinários apenas pedem por sua ajuda. Sendo assim, Liadan resolve ficar até terminar o que lhe pediram para fazer.
Se coincidência ou intervenção de forças maiores, Liadan não sabe dizer. Mas os poucos dias ao lado do Homem Pintado e os demais certamente irão alterar o rumo de suas vidas para sempre.

A maldição que aquela feiticeira jogou sobre nós é para a vida toda. O medo, a culpa e a dor continuarão conosco até o fim de nossos dias. [...] Como suportar a ideia de ver um mal tão grande destruindo nossas vidas? Talvez tenhamos negado a verdade até de nós mesmos.



Quando cheguei a pensar que já havia esgotado minha cota máxima de emoção ao ler Filha da Floresta (resenha aqui), Juliet Marillier me apresenta Filho das Sombras com apenas uma única mensagem: "você estava errada". Com uma história cheia de magia, amor, auto conhecimento, ganhos, perdas e destinos entrelaçados, a autora novamente traz ao leitor um romance impossível de não se apaixonar. São nos apresentados muitos personagens novos e igualmente encantadores por quem sentimos aquele calorzinho no coração e torcemos para que consigam alcançar seu final feliz. 
Liadan é muito parecida com a mãe, uma jovem igualmente forte e corajosa que luta por seus ideais até o fim, mas ao mesmo tempo muito diferente, com um toque quase de rebeldia. Liadan não tem medo de expor suas ideias e opiniões de uma forma bem mais firme e intensa, apesar do respeito que tem pelos irmãos, pelos tios e pelos pais - que podemos rever um pouco mais neste livro e matar a saudade.
Tal como seu tio Finbar, a menina também herdou o dom da Visão e carregar o que considera como um fardo nunca foi muito fácil para ela. A capacidade de ter visões sobre o futuro a assusta mas, ao mesmo tempo, Liadan sabe que aprender a controlar o dom que recebeu é fundamental para o futuro de Sevenwaters, pois um grande mal está ressurgindo e a cada dia se fortalecendo mais. Algo desestabilizador, que poderá ruir para sempre a harmonia e equilíbrio daquele reino mágico. Mas como saber qual será o caminho certo a se seguir quando cada voz parece guiá-la para uma direção diferente? Podemos tomar decisões que interfiram no que, aparentemente, já era para acontecer e modificar o rumo de tudo ou deixar de lutar por aquilo que queremos para que o destino tome seu curso sem intervenções?

Minha intenção não é fazer essas lembranças desaparecerem como se nunca tivessem existido. Sei que ele levará para sempre as cicatrizes. Não tenho como consertar seu caminho e torná-lo simples. Sempre haverá novas dificuldades. Mas posso pegar sua mão e caminhar com ele.

Juliet Marillier tem como base para seus livros "até onde você iria por aquilo que é realmente importante para você?". Até onde você iria para trazer de volta para o caminho da luz quem viveu tanto tempo na escuridão que já não vê mais esperanças para si mesmo? Gostei muito dos livros da autora por sua intensa carga emocional e suas profundas lições de vida e amor. Juliet sem dúvidas é uma autora sensacional que eu agradeço por ter conhecido e que possui um dom incrível de conquistar com suas palavras. Filho das Sombras pode ser, sim, descrito como um conto de fadas maravilhoso, uma história de fantasia que há muito eu sonhava em conhecer. E, portanto, super recomendado!



Nenhum comentário

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.