[Crítica] - Homem-Aranha: No Aranhaverso


"Homem-Aranha: No Aranhaverso" é um filme de animação da Marvel Comics que conta a história de origem do personagem Miles Morales (Shameik Moore), que estreou nos quadrinhos como o Homem-Aranha do universo Ultimate. A animação teve a proposta de expandir o universo do Amigão da Vizinhança nos cinemas, nos apresentando o "Aranhaverso", pois o Homem-Aranha é um dos personagens de quadrinhos da Marvel que possui mais versões alternativas, com histórias e personagens incríveis (alguns nem tanto), por isso esse filme decide explicar e nos dar uma pequena amostra do que é o Aranhaverso.

Imagem relacionada

O filme começa com Miles Morales sendo picado por uma aranha geneticamente modificada e adquirindo os poderes do seu herói favorito, o Homem-Aranha (na verdade, Miles possui algumas habilidade extras), porém o Peter Parker (Chris Pine) do universo de Miles acaba destruindo uma máquina construída pelo Rei do Crime (Liev Schreiber) que poderia abrir um portal para outros cinco universos, isso poderia acabar matando todas as pessoas que existem em todos eles. Ao fazer isso, o Homem-Aranha acaba se chocando com o portal e acaba trazendo cinco versões do Homem-Aranha de seus respectivos universos, entre eles a Gwen Stacy (Hailee Steinfeld), que é a Mulher-Aranha de seu universo; o Homem-Aranha Noir (Nicolas Cage), o Homem-Aranha do ano de 1933; Peni Parker (Kimiko Glenn), uma versão em anime das histórias do Homem-Aranha; o Porco-Aranha (John Mulaney), isso mesmo, você não leu errado; e por último até então, o Peter Benjamin Parker (Jake Johnson), o Homem-Aranha do "universo 616" (o universo Marvel que conhecemos). Depois de vários acontecimentos, o grupo se reúne para impedir que o Rei do Crime construa a sua máquina novamente, e por consequência, levar cada Homem-Aranha ao seu respectivo universo, mas no caminho, eles terão que ensinar o jovem Miles Morales a ser um bom Homem-Aranha, que definitivamente não é uma tarefa fácil.

Já vou logo adiantando que eu simplesmente adorei a ideia de fazer um filme em animação para explorar esse universo do Homem-Aranha, pois não tenho certeza de que isso daria 100% certo no UCM (Universo Cinematográfico da Marvel) atualmente, considerando os atuais acontecimentos do universo compartilhado. Sem falar que, se essa história tivesse sido adaptada em "Live Action", eles teriam feito diversas mudanças no roteiro e talvez fazendo com que o filme não fosse tão bom quanto foi (ainda bem!). O filme conta com um ótimo tom de humor, que me fez dar muitas risadas ao decorrer do filme, mas também possui momentos mais sérios que não atrapalharam o tom do filme de forma alguma. A trilha sonora (que para mim, também é um ponto muito importante nos dias de hoje) é ótima, o filme já começa com a música "Sunflower" de Post Malone e Swae Lee, que combinou perfeitamente com a temática do filme.

Resultado de imagem para homem-aranha no aranhaverso cartazUma das coisas que eu mais gostei, foi sem sombra de dúvidas, a enorme quantidade de referências e "Easter Eggs", pois o filme literalmente já começa com diversas referências aos quadrinhos, jogos, desenhos e filmes do Cabeça de Teia, desde os clássicos filmes da trilogia do Homem-Aranha de Tobey Maguire, até o Homem-Aranha do UCM interpretado pelo Tom Holland. Mas não pense que o filme é perfeito, pois ele possui (como qualquer outro filme) seus defeitos, por exemplo, não espere um "Super Roteiro" de cair o queixo, pois claramente foi um filme com o foco em apresentar os personagens e o Aranhaverso, o que me leva a um ponto muito importante, pode ser que este filme seja apenas o começo de um novo universo compartilhado de filmes de animação do Amigão da Vizinhança, pois ele possui duas cenas pós créditos, sendo a primeira delas mais considerada uma "homenagem", por outro lado, a segunda cena vai fazer a cabeça de muitos fãs explodirem, visto que ela dá uma enorme possibilidade de uma futura continuação que poderá envolver diversos outros "Homens-Aranhas" de outros universos que não apareceram neste primeiro filme.

Portanto, eu adorei "Homem-Aranha: No Aranhaverso", espero que ganhe uma continuação em breve, pois é um filme muito divertido com personagens muito carismáticos e uma história com ótimas lições para levarmos para vida, por isso, eu com certeza recomendo você a assistir. Se você é fã do Cabeça de Teia e do Aranhaverso, é quase que uma obrigação você ver este filme, mas se você não conhecia esse "multiverso de Homens-Aranhas", agora é uma ótima oportunidade para desvendar esse mundo dos quadrinhos !!!

Confira logo abaixo o último trailer de "Homem-Aranha: No Aranhaverso" !!!



Nenhum comentário

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.