[Resenha] - Nocturna - Maya Montayne


Título original: A FORGERY OF MAGIC
Tradução: Flávia Souto Maior

Páginas: 480
Formato: 16.00 X 23.00 cm
Peso: 0.636 kg
Acabamento: Brochura com Orelha Especial
Lançamento: 30/08/2019
ISBN: 9788555340918
Selo: Seguinte


A história se passa no reino de Castallan, onde seu povo foi dominado pelos inglésios há muito tempo atrás, porém os castellanos conseguiram se libertar e reconquistar seu antigo reino fazendo uso de magia que aprenderam com os livros dos próprios inglésios. em Castallan, cada pessoa possui a capacidade de controlar um dos quatro elementos naturais: fogo, água, terra e ar, mas alguns também podem fazer uso de um outro tipo de magia completamente única chamada propio.



A atual família real de Castallan estava prestes a eleger um de seus filhos para se tornar o novo Rei, que no caso, seria o príncipe Dez, porém ele acabou sendo assassinado e o trono seria passado para seu irmão, o príncipe Alfehir (também conhecido como Alfie). Devido a morte de seu irmão, Alfie decidiu viajar durante 3 meses para se afastar do reino, mas ele sabia que quando voltasse teria que assumir o trono. Quando regressou de sua jornada, ele ainda estava inconformado com a morte de seu irmão, pois ele ainda acreditava na possibilidade de Dez estar vivo de alguma maneira. Foi então que, em uma última tentativa de encontrar seu irmão, ele decidiu sair escondido mais uma vez durante a noite para se infiltrar em um jogo clandestino onde o vencedor receberia três livros de magias proibidas. Alfie acreditava que em algum daqueles livros haveria a solução para que ele trouxesse seu irmão de volta a vida.


Todos carregamos o bem e o mal dentro de nós, luz e escuridão. É o que nos torna humanos.

Nessa mesma noite, Alfie conhece uma mulher chamada Finn, uma ladra cujo propio lhe permitia mudar sua aparência da forma que desejasse. Após uma grande confusão durante o jogo, o prícipe e a ladra acabam lutando pelos livros onde Alfie acaba saindo vitorioso, deixando Finn desacordada. Quando Finn acorda, ela havia sido sequestrada por um grupo de criminosos liderados por Kol, a mulher mais temida de Castallan, que obriga Finn a entrar no castelo para roubar um importante pertence da família real. Quando os destinos do príncipe e da ladra se encontram mais uma vez, Luka, o melhor amigo de Alfie acaba sendo envenenado. Estando prestes a morrer, Alfie acaba usando uma magia antiga e obscura para salvar seu amigo, mas ao fazer isso ele acaba libertando essa magia negra que está em busca de um hospedeiro para libertar um antigo deus conhecido como Sombra que pretende mergulhar o mundo inteiro em uma infinita escuridão chamada Nocturna.


O livro é narrado em terceira pessoa, sendo cada capítulo focado na perspectiva de um personagem, no entanto, a maioria deles é focada na visão de Alfie ou de Finn. Eu achei muito interessante a forma que a autora fala sobre os diferentes tipos de magia que existem nesse mundo, explicando como elas funcionam, suas limitações e sobre como ela reage de acordo com os sentimentos de uma pessoa, inclusive este último quesito possui uma grande importância quando entendemos como funciona o propio de Alfie. A linguagem do livro é extremamente tranquila de ser lida, fazendo com que a leitura flua muito bem, pois eu não achei que ela fica chata em momento algum. Pelo que você descobre lendo a sinopse, o leitor pode achar que certos acontecimentos demoram para acontecer, mas acredito que isso definitivamente não é um problema. A história consegue manter um bom equilíbrio entre as cenas de humor com as de maior tensão, por isso o leitor não acaba se sentindo "preso" a uma forma de leitura. Eu digo isso, pois em um certo momento do livro, eu especulei que a história seria completamente leve e focada no "espírito de aventura" que a autora nos transmite, mas felizmente, eu fui surpreendido logo no capítulo seguinte com um acontecimento muito importante na história, onde a autora mostrou que conseguiu manter um equilíbrio entre os tons e você realmente acaba percebendo essa diferença de um capítulo para o outro.


Sei a diferença entre "poderia" e "vou". Essas palavras revelam a diferença entre um homem bom e um mau. Entre a luz e a escuridão.

Eu gostei muito do relacionamento que temos entre os personagens, como o Alfie e seu melhor amigo, Luka, pois ambos eram muito ligados ao Dez e nós vemos como cada um deles conseguiu lidar com a grande perda da família real. Outro relacionamento extremamente divertido foi do Alfie com a Finn, pois é muito divertido vermos duas pessoas completamente diferentes com um objetivo em comum e nós vemos ao decorrer da história que eles discordam diversas vezes, mas eles acabam percebendo que apesar das diferenças eles precisam apoiar um ao outro. Inclusive, apesar de não ser o foco principal, ao decorrer do livro, acaba se desenrolando um certo romance entre os dois personagens principais, porém eu achei que esse romance não pôde acabar sendo desenvolvido da forma que eu gostaria, por outro lado já foi confirmado que teremos uma continuação e acredito que isso poderá ser tratado de uma forma melhor devido as circunstâncias do final desse livro. 

Portanto, eu gostei muito de Nocturna, achei um livro muito divertido que me prendeu bastante, principalmente na segunda metade. Ainda acho que alguns personagens poderiam ter aparecido mais e tido um desenvolvimento maior, mas acredito que a autora acabou guardando algumas cartas na manga para suas continuações. Eu também gostaria de ter visto mais personagens com propios diferentes, pois apesar de propios serem um pouco raros, acho que seria muito interessante ver alguns personagens com poderes mais destruidores. Se você procura um livro de fantasia com uma linguagem fluída, magias interessantes e personagens carismáticos, acredito que esse livro seja para você.

Nenhum comentário

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.