[Resenha] Coração de Aço – Brandon Sanderson

 

FICHA TÉCNICA

EDITORA: ALEPH // TRADUTOR(A): ISADORA PROSPERO

EDIÇÃO: 1º //ANO: 2016

PÁGINAS: 376 // ACABAMENTO: BROCHURA

PESO: 0,500 KG // ISBN: 9788576573463

 

Você não pode ter tanto medo do que pode acontecer a ponto de se tornar relutante em agir.


Tudo começou quando uma pequena parte da população ganhou superpoderes de forma misteriosa. O mundo ficou repleto de pessoas com super força, velocidade aumentada, invulnerabilidade, visão a laser, entre outras habilidades incríveis. Na mesma época do aparecimento desses super seres, uma estrela vermelha apareceu no céu e foi apelidada de Calamidade. Muitos achavam que ela poderia ter alguma ligação com o surgimento dos Épicos, nome que foi dado para todos os cidadãos que possuíam algum poder. O mundo ficou cheio de pessoas que, ao descobrir que tinham habilidades super-humanas, se tornaram super vilões. Isso mesmo! Ao contrário do que as histórias em quadrinhos mostravam, muitos ditadores surgiram pelo mundo e começaram a tomar os territórios das cidades para si e submetendo os humanos comuns à escravidão. 

A história se passa em Nova Chicago, que era governada por Coração de Aço, um Épico com poder de disparar rajadas das mãos e de transformar tudo em aço. Até então, ele era supostamente invencível, até que um jovem chamado David viu seu pai ser morto por Coração de Aço quando tinha apenas 8 anos de idade, mas naquele dia ele havia visto algo que ninguém jamais soube, ele viu Coração de Aço sangrar durante um confronto. Após fugir do local onde estava, David guardou essa informação para si durante dez anos. Desde então, ele decidiu se tornar um especialista em Épicos e começou a estudá-los, anotando poderes, identidade e suas possíveis fraquezas para que um dia ele pudesse vingar seu pai e acabar com a ditadura imposta por Coração de Aço. 

Eu já vi Coração de Aço sangrar. 
E o verei sangrar de novo.

David também descobriu a existência de um grupo conhecido como Executores e ambos tinham um objetivo em comum: Matar Épicos! Eles eram conhecidos por terem assassinado (ou ferido gravemente) vários super seres por onde passaram. Até que um dia, David descobriu que os Executores estariam em Nova Chicago para matar um Épico. Ele não perdeu a oportunidade e se preparou para observar, entrar em contato e, se possível, mostrar seu currículo de forma prática para o grupo que ele idolatrava.

Eu preciso confessar que esse livro já estava na minha estante há um bom tempo (comprei ele na Bienal de 2018). Eu sempre fui apaixonado pelo multiverso dos super-heróis e quando li a sinopse deste livro pela primeira vez, eu achei fantástico logo de cara, mas na época, eu não estava com muito tempo para ler os livros que eu queria e, para ser sincero, eu ainda não estava muito engajado com a leitura. Felizmente, esse ano eu assisti à série The Boys e ela me deixou com aquele gostinho de “quero mais”. Foi aí que eu me lembrei desse livro que estava na estante e resolvi dar uma chance para Brandon Sanderson (finalmente!!!). O livro é super dinâmico e as coisas acontecem num ritmo bem rápido, mas sem tirar a profundidade dos acontecimentos e dos personagens. Isso até me fez pensar que ele era um pouco pequeno, mas tenho que considerar que ele é o primeiro volume da série “Executores” que se segue com os livros “Tormenta de Fogo” e “Calamidade”.


Nós vamos acompanhando os pensamentos de David em primeira pessoa e é muito interessante ver a visão que ele tinha dos Executores como seus grandes ídolos e como ele vai percebendo com o tempo que eles são mais “humanos” do que ele imaginava. Lendo este livro, eu senti um ótimo “clima” de histórias em quadrinhos e eu adorei isso!!! Com isto, eu quero dizer que ele tem várias cenas de ação e os personagens são super carismáticos (destaque para Cody contando histórias sobre sua terra natal e para David com suas metáforas excelentes!) rendendo diálogos divertidos, mas sem perder a seriedade nas situações de tensão. Dá para ver que Brandon Sanderson realmente gostava deste tipo de narrativa.

O livro possui uma boa “conclusão” que acabou me surpreendendo bastante, mas ele deixa um belo gancho para os próximos livros que eu com certeza vou ler. É uma história focada para o público infanto-juvenil, então não espere uma leitura complexa e reflexiva, pois apesar de ter uns trechos interessantes, é um livro mais para entretenimento mesmo e ele deixa isso bem claro no início. Eu super recomendo para pessoas que não tem o costume de ler livros grandes, pois ele é bem divertido e tem uma linguagem muito tranquila de ser lida. Indico ainda mais para aqueles que curtem super-heróis, pois já vão estar familiarizados com a temática desse universo e notarão algumas referências interessantes. A Fox adquiriu os direitos de desenvolver uma adaptação cinematográfica desse livro, então é possível que no futuro haja um filme situado nesse universo criado por Brandon Sanderson. Foi uma leitura bem leve e prazerosa, pois me senti lendo uma história em quadrinhos e acredito que o enredo tem grande potencial para ficar ainda melhor nos próximos volumes, portanto eu dou nota 5/5 e espero que outras pessoas tenham curiosidade e entrem nesse mundo literário dos super-humanos. 


- Mas, é claro, eu tenho uma esperança que os outros não têm.

Agora eu conseguia ver o pingente que ele usava. Era pequeno e de prata, com um símbolo “S” estilizado. Pensei reconhecer aquele símbolo de algum lugar. Ele me lembrava do meu pai. [...]

- Os heróis virão. Algum dia, teremos Épicos que não matarão, não odiarão, não dominarão. Ficaremos protegidos.

Nenhum comentário

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.