[Resenha] "Perdão, Leonard Peacock" - Matthew Quick

Leonard Peacock é um jovem de 18 anos, com longos cabelos loiros que mora sozinho em South Jersey. Sua mãe, uma estilista famosa obcecada por sua aparência e por seu namorado francês Jean-Luc, se mudou para Nova York por causa de sua carreira assim que seu ex-marido e pai de Leonard - um ex integrante de uma famosa banda grunge da década de 90, Tether Me Slowly - é preso por não pagar os impostos. Porém, antes da tentativa de Ralph Peacock de fugir da polícia ele acorda Leonard no meio da noite para lhe entregar souvenirs da Segunda Guerra Mundial pertencentes a seu pai, entre eles uma P-38 Nazista.
A história se passa no dia do décimo oitavo aniversário de Leonard, mesmo dia em que ele toma a decisão de matar seu ex melhor amigo Asher Beal e logo em seguida se matar usando a arma do Reich. Mas não antes de deixar presentes aos seus inusitados amigos - o velho Walt, fumante ávido e por isso muito doente, aficionado pelos filmes de Bogart; o jovem violinista iraniano, Baback ; seu professor de Holocausto, Herr Silverman e Lauren, uma femme fatale e cristã fanática que se torna a paixão "Bogartiana" de Leonard. - e à sua mãe ausente, Linda.
De acordo com as pesquisas de Leonard Peacock, à medida que as pessoas envelhecem elas se tornam mais infelizes, já que trocam a chance de buscar a felicidade por carreiras que odeiam e existências monótonas. Esse fato faz com que ele não acredite em sua vida adulta, procurando no que Herr Silverman intitula de "Cartas do Futuro", esperança e força em sua família de 2032. Porém apesar da descrença na felicidade adulta contribuir pra sua decisão, é um segredo guardado durante anos que impulsiona Leonard a se tornar um homicida-suicida.
"Talvez no futuro ele conseguisse acreditar que ser diferente é bom, até importante. Mas não hoje."

O que ele não contava era que todos os seus conceitos e pensamentos sobre a vida poderiam ser completamente mudados e questionados durante a entrega de presentes naquele dia.
Segredos, pontos de vista profundos e a essência do ser humano esperam ser descobertos por Leonard Peacock, antes que sua existência ou o dia acabem.
Resenha por Letícia Maia

3 comentários:

  1. Vi na livraria esses dias e me encantei pela capa. Espero que seja tão bom quanto sua resenha.

    oparaisodoleitor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha, parabéns !

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.