[Resenha] - O Caçador de Pipas - Khaled Hosseini

O primeiro romance do escritor afegão Khaled Hosseini narra a história da amizade de Amir e Hassan, dois meninos que vivem no Afeganistão na década de 70. Amir é um menino rico e de origem nobre que mora com seu baba (pai) em uma mansão de Cabul, já Hassan é um hazara, etnia que é considerada inferior e até mesmo "sujeira" no Afeganistão, que trabalha como empregado, junto com seu pai, na casa de baba.
Sob o ponto de vista de Amir, o autor nos apresenta a lealdade, amor e pureza de Hassan em contraponto com a insegurança e a busca pela aceitação do pai, de Amir. Apesar de todas essas diferenças,os dois cresceram juntos, compartilharam as mesmas brincadeiras, filmes e histórias de livros. Por isso, Hassan considerava Amir seu melhor amigo e o defendia em todas as situações. Até que no dia do campeonato de pipas, evento mais aguardado do ano pelos dois, Amir hesita e perde a oportunidade de defender Hassan no momento que ele mais precisa de sua coragem e lealdade. Esse acontecimento marca a vida dos dois para sempre.


"Tive uma última chance de tomar uma decisão. Uma oportunidade final de decidir quem eu iria ser. Poderia ter entrado naquele beco, defendido Hassan - da maneira como ele me defendera todas aquelas vezes no passado - e aceitado o que acontecesse comigo. Ou poderia fugir. 
Acabei fugindo."


Vinte anos depois, Amir vive nos Estados Unidos, possui uma esposa e uma carreira de escritor de sucesso, porém nunca se esqueceu do que deixou de fazer por seu melhor amigo, a culpa o acompanhou em todos os momentos de sua vida.


" - Hassan - repeti.
Quando foi a última vez que falei o nome dele ? O espinhoso arame da culpa me rasgou por dentro mais uma vez, como se mencionar o nome dele tivesse quebrado o encanto, libertando o tormento de novo."


Até que uma ligação o faz voltar ao Afeganistão em busca de "Um jeito de ser bom outra vez" . Em busca do que somente sua terra poderia lhe conceder. A redenção.
O Caçador de Pipas possui uma escrita de fácil compreensão, porém intensa e reflexiva, que faz o leitor se envolver na trama e com os personagens como se pudesse tocá-los e viver sua história. Os capítulos narrados em primeira pessoa por Amir são divididos a partir do que vulgarmente poderíamos chamar de "clímax do capítulo" , ou seja, um capítulo termina quando os acontecimentos narrados nele atingem seu auge, o que dá uma conotação de mistério e curiosidade fazendo os leitores ansiarem pelo próximo capítulo até o final do livro.
Sinceramente, foi um dos melhores livros que já li, tanto na aspecto da escrita quanto na trama. É um livro que te surpreendente a cada momento, o final é inimaginável até ser lido, é incrivelmente emocionante e poderoso, vai te fazer pensar sobre o mundo e sobre as pessoas de um maneira completamente diferente. É inesquecível.

Mas aí vai um aviso: prepare os lenços.

Resenha por Letícia Maia

5 comentários:

  1. Parabens Leticia maia pela sua resenha,adoreii!!!

    ResponderExcluir
  2. Cheguei até aqui pois estava procurando a resenha de outro livro desse autor. Tipo, é de preparar os lenços mesmo, porque "O caçador de pipas" é um dos livros mais lindos que já li... :)

    ResponderExcluir
  3. Ah propósito, o livro que eu mencionei é o "A Cidade do Sol"... simplesmente perfeito...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thainá... Eu vou providenciar ele pra você! :)

      Excluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.