[Resenha] Diário de uma paixão - Nicholas Sparks

Diário de uma paixão conta a comovente história de amor de Noah e Allie. Clássico do autor Nicholas Sparks, envolve amor, drama e todos os sentimentos mais profundos do ser humano.
O livro é narrado por Noah Calhoun já idoso, variando entre sua vida atual, em um asilo, e a juventude dele e sua amada, quando juntos compartilharam a sensação de viver o primeiro amor.
Tudo parecia perfeito entre os dois, até que a família de Allie começa a se impor contra o namoro dos jovens, devido à diferença de classe social. Quando nem mesmo todos os castigos e regras parecem ser o suficiente para separar o casal, os pais de Allie a mandam embora para fazer faculdade, o que parece pôr fim na linda história do casal.
O livro divaga entre dois tempos: o atual, no qual Noah sofre por sua amada ter contraído mal de Alzhaimmer, o que a faz esquecê-lo todos os dias; e o passado, que mostra sua história de amor e os caminhos que cada um percorreu até finalmente se reencontrarem.
Profundo, comovente e extremamente genuíno: não há como não se sensibilizar com esse romance. Como sempre, Nicholas Sparks soube usar as palavras certas, tocando seus leitores.
Um dos tantos pontos a favor do livro é o fato de não envolver situações fantasiosas, mas ser uma história que envolve pessoas comuns e problemas verdadeiros, possíveis de acontecer com qualquer um, mas ainda assim capazes de encantar a quem lê.
Isso fica bem evidente já no início do livro, quando Noah demonstra a intensidade do que sentia por Allie, narrando: "não sou nada especial, disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome em breve será esquecido, mas amei alguém com toda a minha alma e coração e, para mim, isso sempre bastou".
O amor dos dois é algo belo, raro e muito verdadeiro, capaz de enfrentar os inúmeros obstáculos que, para muitos, poderiam parecer intransponíveis. O livro demonstra um romance que vai muito além do "felizes para sempre", mas dá continuidade, mostrando o que vem depois disso: as dificuldades, a convivência, a velhice, os problemas e a superação deles.

O filme, por sua vez, não decepciona. Conta a história de forma fidedigna ao livro, sem deixar de lado os detalhes que o tornam especial. Apenas o final é diferente do narrado pelo autor, uma vez que para este livro há uma continuação (O casamento) e o filme é único.

Resenha por Katryne Ávila  

Um comentário:

  1. Um dos melhores que já li! Amo! http://keuleal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.