[Livro X Filme] - A culpa é das estrelas

Esse post contém muitos spoilers.

Sem dúvidas o filme "A culpa é das estrelas" foi a adaptação cinematografia mais fiel ao livro que eu já vi. Muitos dos diálogos originais foram mantidos e deram aos leitores um sentimento agradável ao ver cada cena. Logicamente, algumas informações que vemos no livro ficaram de fora da adaptação. Não que tenha deixado o filme ruim, porém a gente sempre quer ver um filme de 4 horas com cada detalhe que lemos.
Há partes que eu senti falta como por exemplo a ex namorada do Gus, Caroline, nem ao menos ser citada. Hazel ficou impressionada com a história dela e constantemente entrou no seu perfil nas redes sociais para ver o que as pessoas escreviam para ela, além de efeito que a morte de Carolina causou em Gus. 
Dessa mesma forma senti falta da citação onde Gus diz que Hazel parece que Natalie Portman em V de Vingança, a única parte que o filme favorito de Gus aparece é em um cartaz preso a parede em seu quarto no porão. 

Quando Gus consegue a viagem para Hazel, é ela e a mãe que vão buscar Gus na sua casa e chegando lá, a menina escuta Gus discutindo feio com a mãe, na hora não entendemos o que acontece porém depois que Gus conta a Hazel que seu câncer voltou fica claro que a mãe estava preocupada com a viagem e Gus atrasar o início do tratamento. 
No livro, a briga entre Hazel e Peter Van Houten é muito mais tensa. Quando Peter começa a ironizar o câncer de Grace, a assistente Lidewij Vliegenthart se irrita e pede demissão ao patrão indo embora com o casal e levando eles ao museu de Anne Frank em seu próprio carro.

Ao final do filme, Peter Van Houten vai ao enterro de Gus e tenta conversar com Hazel, no livro porém ele não entrega carta para ela, é através de uma conversa com Isaac que ela descobre que Gus estava escrevendo o final de Uma aflição imperial para ela. Desesperada para encontrar as últimas palavras escrita pelo amado, ela procura por todos os lados da casa de Gus. É quando ela resolve escrever para a assistente do escritor e ela lhe envia o escrito. Senti falta também da Hazel dizendo: Eu aceito August, Eu aceito. 
E finalmente... Quem apenas viu o filme deve ter saído da sala se perguntando "Porque a culpa é das estrelas afinal?" No filme nada sobre isso é mencionado, mas no livro, há uma citação em que John Green contradiz uma cena de Shakespeare onde Cassius diz a Brutus que a culpa não é das estrelas e sim deles mesmos pelas decisões que tomaram ao longo de suas vidas. No caso, John diz que é culpa das estrelas sim, já que Gus e Hazel não tem culpa do que aconteceu com eles. 

Sobre a atuação de Ansel Elgort, ele me surpreendeu, quando foi escolhido eu não consegui imaginá-lo como August Waters, porém após ver o filme posso dizer que não teria alguém melhor para interpretar Gus. E Shailene Woodley apareceu na maioria das cenas de cara limpa e com uma interpretação impecável. Nesse quesito, não tenho o que reclamar, foram muito bem escolhidos. 

E você? O que achou da adaptação? Foi como você imaginou?

Adquira agora mesmo o livro através da Amazon.







Um comentário:

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.