[Resenha] - Mulheres Guerreiras - Fátima Rosalina Castelo Branco

O livro Mulheres Guerreiras conta a trajetória de duas mulheres que passaram por vários momentos na vida onde tiveram que lutar com unhas e dentes para realizar seus sonhos.
Uma delas é a protagonista, que narra em primeira pessoa várias situações em que ela precisou mostrar toda a sua força. E a outra é Dona Guiomar, sua mentora, que aos 95 anos foi o maior exemplo para nossa protagonista.
Os capítulos são divididos por temas do cotidiano de todo ser humano e em cada um deles vemos exemplos de vida, conselhos e estórias que nos fazem refletir sobre nossos próprios problemas.
A medida que você avança na leitura, você começa a fazer paralelos entre a sua história e a história dessas duas mulheres, e você percebe que talvez nem tem tantos problemas assim ou que pode lidar com eles de uma maneira muita mais saudável e madura. O livro te ajuda a enxergar a realidade, que você deve buscar seus sonhos e que só você mesmo pode trazer sua própria felicidade.
O que te faz feliz? Você já parou para analisar quais são as coisas que fazem seu coração feliz?


"O que faz seu coração feliz? Sente-se em sua casa, num dia bem tranquilo, pegue um papel e uma caneta e escreve: as dez coisas que realmente fazem o seu coração sorrir." - pág 92
É um relato muito impressionante. A gente quase consegue apalpar as emoções que ficam no ar, como se elas saíssem das páginas e entrassem dentro do nosso coração. Fátima Rosalina Castelo Branco passa para os leitores anos de experiências em forma de conselhos, fazendo-nos refletir muitos detalhes da nossa própria vida. Seria um desperdício se ela não tivesse escrito esse livro e compartilhado com o mundo. 
Esse é, com certeza, um livro muito diferente do que estamos acostumados a ler. A certeza de realidade presente nele nos passa um sensação única de que a vida pode dar certo mesmo quando pegamos várias curvas erradas no meio do caminho.
Mulheres Guerreiras é um livro diferente de todos que você já leu, tanto na estória, como no formato. É um livro impactante que vai fazer com que você reveja toda a sua vida. Por isso lhe pergunto: o que você está fazendo para ser feliz?


"Compreendendo que motivação, em outras palavras, é o impulso interno que nos leva a uma a uma determinada ação. Assim, as necessidades internas geram em todo individuo um tensão que exige ser resolvida. E esse estado final atrai o individuo, a motivação como atração, é força que puxa, atrai. Mesmo que para atingir o objetivo precisaremos percorrer um longo caminho, cheio de obstáculos e dificuldades. Ser feliz dá trabalho!" - pág 96

12 comentários:

  1. Oi Carol,

    Ganhei esse livro em um concurso cultural de um blog (ae, ganhei algo \o), ainda não chegou em minha casa, mas sua resenha me animou a ler, acho que irei gostar.

    http://www.eucurtoliteratura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tainan... Quando chegar, leia. É um livro muito bom. Nos faz refletir. :)

      Excluir
  2. Carol, eu amei sua resenha. Você conseguiu passar com objetividade e sensibilidade tudo o que o livro representa. É uma das resenhas mais perfeitas que recebi. Obrigada por tudo querida Carol. Nos vemos por aí. ;)

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia esse livro, mas me interessei, gosto de refletir com a leitura de vez em quando!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Refletir as vezes é muito bom! :) Vale a pena.

      Excluir
  4. Mais uma vez Carol vc me surpreende, não é comum vermos resenhas desse tipo de livro, reflexivo, ainda por cima de autor nacional, parabéns de verdade, é importante mantermos uma identidade brasileira... bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Gustavo. Que bom você aqui de novo! Continue olhando essa semana, vai vim um post que você vai adorar!!!!

      Excluir
    2. Pode deixar Carol, eu entro todos os dias... Vou ficar na expectativa desse post entao! Ah queria tanto ir na Bienal do Livro, mas é no RJ esse ano, eu moro no triangulo mineiro, fica mais fácil pra mim quando é aí em SP, e vc tem planos pra ir? Bjo...

      Excluir
    3. Eu quero ir também. Moro em Sorocaba, ano passado fui na em SP. Estou planejando, mas é bastante gasto, tenho que avaliar se vai dar primeiro aahhaah

      Excluir
  5. Carol, essa história se passa no cotidiano, tipo... nos dias atuais? fiquei com essa dúvida. rsrsr
    fora isso, gosto de livros que, dentro do contexto, conseguem nos tirar do lugar comum e nos fazer pensar sobre nossa realidade. :D

    Livre Leve Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então.. Como são situações do cotidiano da autora, temos pedaços de história dos últimos 50 anos, que é aproximadamente a idade dela. Mas não há um tempo cronológico definido, nem em anos, nem em ordem. Cada situação pode passar a mais ou menos tempo que a outra. Entendeu? ahaha

      Excluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.