[Resenha] - Não se apega, não - Isabela Freitas

Editora: Intrínseca
Lançamento: 2014
Gênero: Literatura nacional
Páginas: 250
ISBN: 978-85-8057-533-0

"Não se apega, não" conta a história de Isabela (isso, a Isabela que escreveu o livro), uma jovem de 23 anos que decide colocar um ponto final no seu relacionamento de dois anos com Gustavo. Todos os seus amigos ficaram espantados com essa repentina decisão e perguntavam o motivo do término do namoro, já que ambos "eram lindos juntos", "haviam nascido um para o outro", "eram tão felizes" e diversos outros comentários desse tipo.

Mas a verdade é que Isabela não se sentia feliz ao lado de Gustavo e, ao pôr um fim no relacionamento, ela apenas tirou de sua vida aquilo que não fazia mais bem para ela. Isabela aplica muito a regra do desapego na sua vida. Desapegar-se de tudo. Pessoas. Objetos. Sentimentos. Basicamente, tudo o que esteja fazendo com que você se sinta mal. 



"Não se apega, não", é um livro muito divertido, onde a escritora conta acontecimentos da sua vida desde a infância de uma forma suave e deliciosa de se ler! A primeira coisa que me chamou a atenção neste livro (depois da capa) foi a dedicatória. O livro já ganhou pontos comigo só pela dedicatória apresentada, curta, simples e ao mesmo tempo, linda. 

A medida que eu ia lendo a história da vida da Isabela, eu ia me identificando cada vez mais com ela. É difícil encontrar alguém que tenha muitos pensamentos iguais aos seus, e encontrar isso através de um livro é muito interessante. Demorei para conseguir ler ele inteiro, pois a todo momento ficava parando para anotar um determinado trecho de uma determinada página, pois não queria grifar meu livro. Caso contrário, ele estaria completamente pintado de amarelo berrante. 

Quantas vezes não me vieram perguntar o motivo de eu estar rindo? Eu me sentia animada lendo! Eu batia os olhos em um determinado trecho e me surpreendia por pensar igual à Isabela, principalmente por conviver com pessoas que pensam muito diferente de mim. De certa forma, você se sente meio deslocada. Por isso o motivo da minha intensa animação!

"Você deve primeiro aprender a ter êxito satisfazendo as suas necessidades para depois se relacionar com alguém. Só é feliz a dois quem já é feliz sozinho." (página 39)

"Não se apega, não" fala sobre autoestima e conta situações do cotidiano pelas quais todos nós já passamos pelo menos uma vez e, se ainda não, poderemos passar em algum momento das nossas vidas. Poderemos estar preparados para elas ou não. E o que iremos fazer depois depende unica e exclusivamente de nós.



"O problema é que, nessa de ser o que todos queriam que eu fosse, nunca fui aquilo que sempre quis ser. Eu. E isso cansa, sabe?" (página 159)

Eu costumo ter um cantinho especial na minha estante, reservado somente para os melhores que eu li. Aqueles que mexeram comigo de alguma forma especial. "Não se apega, não" com certeza vai estar lá! 






6 comentários:

  1. Nossa, eu estou louca para ler esse livro, e agora com essa sua resenha então!
    Adorei.
    Bjs
    www.myself-here.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Bárbara, fico feliz que tenha gostado da resenha.
      Um beijo!

      Excluir
  2. Já ouvi muitos comentários bons sobre esse livro, até mesmo uma amiga amiga que raramente lê me recomendou "Não se apega , não" e estou considerando ler o livro assim que as coisas ficarem mais calmas.
    Meus parabéns pela resenha que ficou muito boa, e pela sua seleção de frases.
    Bjs e sucesso com o blog!
    http://escritorawhovian.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bruna. Obrigada pelo comentário! Leia sim, o livro é ótimo!
      Se eu pudesse colocar todas as frases que separei, a resenha ia ficar enorme! haha

      Beijos

      Excluir
  3. Como sempre muito boa as suas resenhas Mariana, vc consegue se expressar muito bem, principalmente nesses pontos pessoais, só ñ gostei do destino do meu xará Gustavo, kkkkkkkk, enfim ele deve ter merecido! kkkkkk, parabéns mesmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gustavo! Muito obrigada, fico feliz!
      Puxa, é mesmo! Hahaha. Vou te falar uma coisa: não tenho nada contra vocês, Gustavos, mas esse mereceu sim! Haha

      Bj!

      Excluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.