[Resenha] - Apenas Um Dia - Gayle Forman


ISBN-13: 9788581634500
ISBN-10: 8581634508
Ano: 2014 / Páginas: 384
Idioma: português 
Editora: Novo Conceito



Allyson é uma jovem de 17 anos que acabou de terminar o colegial e como prêmio ela e a amiga Melanie ganham da família um tour pela Europa. Mas o que era para ser a viagem da sua vida se transforma em um grande tédio. Além disso, sua mãe é supercontroladora e como o celular de Ally não funciona na Europa ela acaba muito mais nervosa do que de costume. Por ser uma menina contida, o jeito de Allyson se divertir é assistir filmes e dormir cedo. Melanie, por outro lado, adora aproveitar a vida e as festas que tem pela Europa.

Na sua última noite antes de ir para Londres, as meninas deixam de assistir uma peça em um grande teatro para ver Noite de Reis, de Shakespeare.  Lá Allyson se encanta pelo ator que interpretava Sebastian, mas a peça acaba e nada acontece, então ela segue com o plano. Como uma grande coincidência, Willem, o moço do teatro, está no mesmo trem e indo também para Londres e os dois começam a conversar. Allyson confidência sua vontade de ir a Paris, que foi retirada do tour de última hora porque estavam em greve por lá.
Como maluquice do destino, Willem se oferece para levar Ally até Paris e lhe mostrar os detalhes da cidade, mas eles terão apenas um dia para conhecer tudo e depois ambos voltam para suas vidas. Agindo com impulsividade pela primeira vez na vida, ela decide aceitar a proposta e se aventurar em Paris com um completo desconhecido. 

"[...], sinto-me como se tivesse entrado num espaço de outro mundo, onde qualquer coisa pode acontecer, onde as identidades podem ser trocadas como sapatos. Onde os que pensávamos estar mortos podem viver de novo. Onde todos têm o seu "felizes para sempre". Reconheço que é meio fora de moda, mas o ar está morno e gostoso, as árvores estão frondosas e exuberantes, os grilos estão cantando e parece que, só desta vez, é possível acontecer." (p. 21)
Lá, os dois passam por aventuras e conhecem o melhor da cidade, além de passar uma noite maravilhosa juntos. No entanto, ao acordar, Allyson não encontra nada, nem Willem, nem seus pertences ou mesmo um bilhete. Completamente desolada ela decide ir embora e esquecer tudo o que aconteceu naquele dia. Contudo, não é assim tão fácil. Depois de um semestre horrível no primeiro ano da faculdade, Allyson não consegue se desligar daquele único dia que mudou toda sua vida.




Gayle Forman tem um jeito único de escrever suas estórias. Nesse livro entramos na vida de Allyson de cabeça e percebemos que os pensamentos dela mesmo sendo intensos e confusos nos trazem conforto. Além disso, é mágico conhecer cada detalhe por onde ela passa, vários países e cidades que trazem junto com o livro sua irreverência. O livro é simples, a estória é clichê, mas é bonito, chama a atenção e nos faz suspirar e sofrer junto com a protagonista.
Além do seu conflito amoroso, também temos de lidar com o conflito familiar e social de Allyson. A garota tem uma relação difícil com a mãe e tem dificuldades para fazer amigos. Quando se vê sozinha na faculdade, sem a melhor amiga Melanie, ela se sente sozinha e todas as suas certezas sobre a escola de medicina são colocadas à prova.  


"- Por ora, o tempo não existe. É o que Jacques disse... fluido?

- Fluido - repito, como um encantamento. Se o tempo pode ser fluido, então talvez algo que seja apenas um dia possa continuar para sempre." (p. 107)

Além de um romance inspirador, Apenas Um Dia trata da história de vida de uma menina adolescente que está pronta para ser adulta, mas que não sabe como fazer para mudar sua vida e ser exatamente quem quer ser. 

Com tantos conflitos internos é de se esperar que a narrativa, que é feita por Allyson, seja chata e tediosa, e realmente em algumas partes do livro isso acontece, mas se torna necessário para o entendimento do que ela está passando. Fora isso, garante que teremos uma leitura firme, fluente e que nos encanta do começo ao fim.

Compre o livro:

12 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi Carol, mesmo concordando q é um clichê, não posso negar o fato que deu vontade de conhecer mais da Allyson, interessante, talvez seja por causa do tempo da minha cidade, que me dá vontade de ler, comer e dormir o dia todo! Kkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, esse frio é uma delicia pra um romance água com açúcar! ahahhahahaha

      Excluir
  3. Ahhhhhh, tô bem interessada nesse livro!
    Depois de uma decepção com Se eu ficar - que acabei abandonando por achar muito chato - achei que nunca mais iria querer ler algo da Gayle Forman, mas as resenhas positivas que ando lendo de Apenas um dia e Apenas um ano tão me deixando bem curiosa!

    Beijos,
    Duas Leitoras - participe do Top Comentarista de Junho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Kemmy, eu também achei Se eu ficar meio parado, mais li até o fim e gostei. Para onde ela foi é muito perfeito, superou muito Se eu ficar. Agora Apenas um dia e Apenas um ano é completamente diferente dos dois. Passamos conflitos reais ali ahahahahhha, a gente sofre junto. Vale a pena! :) Logo vem a resenha de Apenas um ano!! :)

      Excluir
  4. Gostei da primícia do livro parece ser mais legal que Se eu ficar. Se eu ficar ficou bom como filme livro não muito, mas esse parece ser muito mais legal, gostei também da sua resenha.

    Beijos:*
    Dani - http://www.escritasnachuva.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Carol,
    já ouvi falar sobre esse livro, mas não tive a oportunidade de fazer a leitura!
    Obrigada pela dica!
    Beijos!
    www.lindaestante.com.br

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.