[Resenha] - Jogando xadrez com os anjos - Fabiane Ribeiro

Editora: Universo dos Livros
Lançamento: 2012
Gênero: Drama / Literatura Nacional
Número de páginas: 398
ISBN: 978-85-7930-323-4

"Esta história fala de anjos, em todos os sentidos em que eles possam existir em nossas vidas".

"Jogando xadrez com os anjos" conta a história da pequena Anny, uma garotinha de sete anos que vive com os pais, as pessoas que ela mais ama no mundo. Embora tenha vontade de poder passar todos os dias com eles, Anny sabe que isto não é possível; o trabalho dos pais faz com que eles viajem bastante e só consigam ver a filha uma vez por semana, aos sábados.
Certo dia, os pais de Anny chegam com a notícia de que terão de passar um ano longe da filha e ela ficará sob os cuidados dos vizinhos, passando a viver na casa deles. Para tentar amenizar a tristeza da menina, seu pai lhe presenteia com um jogo de xadrez e promete ensiná-la a jogar antes de partir novamente.
Munida apenas por uma pequena leva de roupas, sua ovelha de pelúcia e seu tabuleiro de xadrez, Anny é levada para a casa da sra. Jane, sua professora particular, e seu marido Hermes. 
Mas ao contrário do que seus pais haviam lhe prometido, a vida de Anny torna-se muito difícil. Seus tutores não demonstram nenhuma simpatia por ela e a tratam como um problema.
Assim, Anny passa seus dias sozinha, revezando-se entre a limpeza da casa, suas partidas de xadrez consigo mesma e a tentativa de reavivar o jardim há muito abandonado. Até o dia em que ela conhece Pepeu, um jovem na faixa dos vinte anos que logo torna-se amigo de Anny. 
Nenhum deles entende os reais motivos  que levaram a esta amizade, mas ambos precisam conseguir superar as dificuldades que a vida lhes impôs e sabem que podem contar um com o outro nos momentos em que a única coisa que precisam é um ombro amigo. 
"Quando não estivermos juntos, continuaremos ligados, e é isso o que há de mais verdadeiro na vida. Nós não nascemos irmãos, mas escolhemos assim, portanto nossa ligação é mais forte que a de sangue. Nossa ligação é de afeto, é de palavras, é de sentimento, e é isso que tem poder. [...] Eu a amo, pequena. Essa é a minha promessa, é minha forma de protegê-la para sempre, como irmã que a considero. Parece que faz uma eternidade que a conheço; sinto-me em casa quando estou ao seu lado" 
"Jogando xadrez com os anjos" é um livro diferente de tudo o que já li na vida; é intenso e de uma sensibilidade muito grande. É uma obra que aprisiona o leitor de forma que poucas conseguem, principalmente por se tratar de um assunto tão profundo: a amizade verdadeira, na qual as pessoas que te amam estariam sempre ao seu lado em todos os momentos da sua vida, te ajudando e apoiando quando você mais precisasse. 
O mundo criado pela autora é incrível. Narrado em terceira pessoa, "Jogando xadrez com os anjos" é voltado principalmente para a vida de Anny em sua nova casa, muito embora alguns outros trechos tenham relação aos demais personagens, de forma que conseguimos entender um pouco de cada um. Como todo bom livro, este toca o coração e a alma, despertando sentimentos diversos, como tristeza, raiva, alegria e, sobretudo, o amor. Foi há pouco que acabei minha leitura, e minha cabeça, assim como coração, ainda estão um turbilhão de emoções. Não sei o quanto isso é comum, mas acredito que alguém já deva ter sentido tal sensação.  

"Os desafios impostos em nossa jornada são também formas de provarmos o nosso amor. [...] Estou começando a entender que, se isso nos aconteceu é porque Deus, de alguma forma, tem planos maiores para nós - maiores do que nós mesmos tínhamos."

Também não sei dizer se o que eu sinto por este livro se deve ao fato de ele tratar de anjos (visto que considero esta uma das palavras mais bonitas do dicionário...), mas "Jogando xadrez com os anjos" mexeu comigo de uma forma que eu nem consigo explicar direito. A delicadeza e sensibilidade presentes neste obra nacional são o suficiente para encantar. 

" [...] Se aquele Benfeitor não a tivesse pegado no colo, ela não teria resistido à dor dos últimos golpes.
Sua vida fora salva por um anjo."

7 comentários:

  1. Já tinha ouvido falar do livro, mas não sabia do que se tratava. Amei a resenha, o livro parece ser ótimo!

    beijos,

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nazare. Obrigada, fico feliz que tenha gostado da resenha. O livro é lindo, de uma sensibilidade incrível!

      Beijos!
      Volte sempre

      Excluir
  2. nunca li esse livro ,mas eu não gostava de ler a te ler o meu primeiro livro ( A princensinha) eo meu segundo livro que foi dessa mesma autora ( A menina feita de espinhos ) e estou loca pra ler ( jogando xadres com os anjos ) amei a resenha parabens `` Marina Meirelles``

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Laryssa!
      Não conheço "A menina feita de espinhos", vou procurar mais sobre ele. Quando tiver a oportunidade, leia sim "Jogando xadrez com os anjos", é um livro muito bonito.
      Beijo

      Excluir
  3. Nossa serio estou muito curiosa por esse livro. Tem um livro da mesma autora chamado "Corações em fase terminal", é um outro livro muito bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Fiquei sabendo recentemente deste outro livro e estou bem curiosa! O "Jogando xadrez com os anjos" eu achei muito bom, se tiver a oportunidade leia sim!
      Beijos

      Excluir
  4. Só em ler a resenha desse livro já me emocionei, alguém sabe em que livraria eu posso encontrar?

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.