[Resenha] Stânix - Éder Traskini

Sub - título : O Poder dos Elementos
Editora : Novo Século
Gênero : Fantasia
Lançamento : 2013
Número de Páginas : 140

ISBN-13: 9788542800579

ISBN-10: 8542800575


Stânix é um reino medieval habitado por humanos, anões, elfos, magos, enfim, todos os seres que geralmente conhecemos desse tipo de história. O reino se recuperou de uma terrível guerra, travada no passado pelo tirano Syrt. Ele quis dominar todas as cidades do reino, consumido pela sua sede de poder. Mas os elfos, guerreiros natos, e dotados de magia o derrotaram, e por conta de uma profecia, simplesmente deixaram o reino. Agora no presente, somos apresentados a Aaron, um jovem que foi abandonado por seus pais, e criado por seus padrinhos, que ele trata carinhosamente por tios. Aaron mora em Mharol; ele se sente deslocado ali, porque apesar de ter uma habilidade natural com a espada, o vilarejo tem por principal fonte de sustento, as vastas plantações de legumes. Além disso, sua aparência física destoa de todos. Ele também é atormentado por um sonho persistente, ao qual ele está no meio de uma guerra sangrenta. E numa noite após ter esse sonho, ele vai espairecer, e quando já está quase amanhecendo, Sora, sua única amiga, vem o chamar para uma importante reunião do conselho de Mharol. Descobrimos que o rei de Guil, a maior cidade do reino, pretende marchar em guerra contra todas as outras cidades, para realizar o que Syrt não conseguiu. O conselho decide enviar Sora para se casar com o príncipe Joe, como uma forma de aliança. Farep um dos poucos guerreiros a acompanhará juntamente com Aaron, para a protegerem durante a viagem. Durante a viagem percebemos que Aaron e Sora possuem um relacionamento que vai além da amizade, na casa da paquera já. Logo na primeira parada, na cidade de Dael, um montante do exército de Guil faz um ataque duplo surpresa, e Aaron percebe durante a fuga dali, que ele pode produzir fogo, quando está com muita adrenalina. A urgência de chegar na cidade de Guil para oferecer aliança toma conta dos três, que no fundo não querem isso, mas precisam fazê - lo para salvar o vilarejo. 

"Seria melhor morrer lutando do que viver por uma causa que não concordava." Pág. 16
Chegando a Guil, os três são surpreendidos ao salvarem um jovem de alguns soldados e descobrirem que esse jovem é nada mais, nada menos, que o príncipe Joe. Ele lhes conta que não concorda com as ações do pai, e não quer herdar o reino mutilado pela guerra. Os quatro partem então para a cidade de Caleb, onde dizem que se formou uma resistência a Guil. Durante a viagem, uma tensão entre Aaron e Joe surge, muito por conta dos ciúmes de Aaron. Mas algo mais importante acontece; Aaron descobre ser um elfo! E que Sora pratica magia medicinal. A viagem é dura, e pouco antes de escapar mais uma de soldados de Guil, é revelado a Aaron a profecia dessa segunda guerra que está afligindo o reino.

"Terá de conhecer o desconhecido e dominá - lo. Também deve conhecer o que ainda está nebuloso na sua mente, e ter completo controle sobre isso, ou falhará, e se falhar, será o fim de todos nós." Pág. 85
As perguntas povoam a mente de Aaron, porque ele é o único elfo que ficou no reino? Porque fora abandonado? Como ele conseguirá controlar seus poderes? Onde estão seus pais? Contudo para a surpresa para Aaron, Sora e Joe, ao chegarem a Caleb, depois de uma árdua passagem por um deserto, descobrem que há mais três elfos, que juntamente com Aaron são a chave para o fim da guerra e da salvação de Stânix. Cada um controla um elemento; Aaron o fogo, Alice, que eles conhecem em Caleb, controla o ar; e eles terão de ir atrás dos outros dois elfos que controlam a água e a terra. 

O livro é narrado em terceira pessoa, e para minha grata surpresa, como vocês podem ver aí na imagem, o livro possui um guia de pronúncia. Isso é muito bom para quem se importa assim como eu, com a pronúncia correta dos nomes de personagens e lugares. Apesar do livro ser na minha opinião curto, a história flui de uma forma que te domina. O autor criou uma história ao qual é possível se mergulhar e se ver a vivenciando ali junto com os personagens. Apesar de ser um gênero literário com grandes bests - sellers, Stânix não fica nehum pouco atrás. O autor soube criar um mundo fascinante. A mística que envolve toda a história é instigante, surpreendente e cativante. Os personagens são muito bem construídos, e a história flui sem enrolação, o que particularmente eu aprecio muito. A literatura nacional se mostra muito capacitada, e que pode tranquilamente satisfazer o mercado nacional. O livro acaba num momento onde os acontecimentos decisivos estão se aproximando, e vocês podem imaginar minha ansiedade e expectativa para o próximo que será lançado em fevereiro de 2016. O autor já me revelou que será uma trilogia, e Éder por favor, não demore a nos presentear com o terceiro livro, rsrsrsrs. Você que gosta desse gênero, não perca tempo, adquira esse exemplar, e seja muito bem - vindo a Stânix.

Nenhum comentário

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.