[Resenha] - Minha vida mora ao lado - Huntley Fitzpatrick


Editora: Valentina
Lançamento no Brasil: 2015
Título Original: My life next door
Gênero: romance
Páginas: 320
ISBN: 978-85-65859-70-7

"Minha Vida Mora ao Lado" conta a estória da jovem Samantha Reed, de 17 anos, que vive com a mãe, Grace, e a irmã mais velha em Stone Bay, Connecticut. À primeira vista, a vida dela poderia ser muito boa: estudante de uma boa escola particular, com um emprego no clube e uma casa confortável e um tanto chique devido ao emprego da mãe na carreira política. Mas Samantha não aprecia o que tem principalmente pelo fato de que sua mãe dá mais atenção ao seu emprego do que às filhas.

Por isso a garota sentia-se sozinha e sua atividade favorita era observar da janela do seu quarto a rotina da casa vizinha. A família Garret morava ao lado já há 10 anos e, com seu estilo de vida mais simples e despreocupado, eram vistos com desprezo pela mãe de Samantha, que proibiu as filhas de terem qualquer contato com os vizinhos, um casal com oito filhos. 

Até o dia em que Samantha acidentalmente conhece Jase, um dos filhos do casal Garret. Jase é uma pessoa legal, gentil, prestativa e logo Sam e ele se apaixonam. A garota agora passa a viver uma vida paralela, socializando com os vizinhos e mantendo isso em segredo da mãe.

Mas este relacionamento não iria permanecer em segredo para sempre e logo a nova vida de Sam acaba sendo revelada. Grace não aprova o comportamento da filha e não quer que ela se misture com "a ralé", mas Sam deixa claro que não está disposta a abrir mão do que conquistou e decide fazer o seu melhor para abrir a mente de Grace em relação à família que a acolheu quando sua mãe parecia estar cada vez mais distante dela. 

"Não vou pedir desculpas como se ela estivesse certa e eu tivesse feito algo imperdoável. Isso tornaria o que eu disse para Jase uma mentira. Não vou mais mentir para ele nem contar meias verdades."

“Minha vida mora ao lado” é um livro simples e ao mesmo tempo intenso e cheio de emoções que retrata diversos assuntos cotidianos, que vivemos em nossa sociedade. É muito mais do que um simples romance entre dois adolescentes de 17 anos que são vizinhos. Fala de cumplicidade entre família, sobre primeiro amor, sobre amizade. Fala sobre o preconceito que diferenças sociais podem causar, sobre cometer erros e ter força para encará-los e consertá-los, fala sobre honestidade, segredos e mentiras. Alguns com mais profundidade, outros com menos importância, mas todos fundamentais para a criação dessa estória perfeita capaz de conquistar corações. 

A escrita da autora é de uma sensibilidade única e você consegue imaginar tudo e qualquer coisa com muita clareza, de forma muito simples e com trechos bem leves e divertidos, recheados de menções a séries queridas dos leitores, como Harry Potter, Nárnia, Crepúsculo e muitas outras. O modo como são descritos os diversos cenários fazem com que o leitor mergulhe naquele mundo com muita facilidade. O clima de cidade litorânea pode facilmente ser sentido, as páginas parecem emanar o calor do sol, a brisa e o cheio de água do mar, e não é qualquer livro que possui o poder de liberar este misto de sensações do jeito que “minha vida mora ao lado” conseguiu.

"Dizem que a gente nunca sabe o que faria numa situação hipotética. Todos nós gostamos de pensar que seríamos uma daquelas pessoas que entregariam o colete salva-vidas e acenariam um estoico adeus do deque do Titanic enquanto ele afundava [...]. No entanto, nunca sabemos com certeza se, quando as coisas desmoronarem, vamos pensar na nossa segurança primeiro ou se isso vai ser a última coisa que vai passar pela nossa cabeça."

Os personagens são também extremamente bem construídos e você consegue amá-los da mesma forma e com a mesma intensidade com que consegue odiá-los. Isso é um ponto muito positivo no livro, porque acaba gerando mais tensão o fato de você ter de quem desconfiar. Além disso, apesar de o livro ser narrado em primeira pessoa sob o ponto de vista da Samantha, você consegue absorver os sentimentos dos demais. Você enxerga situações e comportamentos que os próprios personagens não conseguem ver e fica na ansiedade de descobrir que hora as coisas serão reveladas para ele/a. Não são pessoas perfeitas, cometem erros e precisam de apoio para passar por situações difíceis. São magoadas, iludidas, sentem dor, sentem culpa, alegrias e tristezas. E a autora soube descrever e explorar cada um dos sentimentos de cada um dos personagens de forma digna de aplausos. 

Recomendo esta obra literária para todos os que são apaixonados por romances e procuram uma leitura leve e ao mesmo tempo profunda. E agradeço de coração à querida Kathleen do blog Vida em Marte por ter me indicado este livro maravilhoso!

5 comentários:

  1. Ah, sua lindaaaa! Eu é que fico super feliz por você ter gostado tanto dele quanto eu! É um livro incrível e cheio de lições mesmo, adorei ver essa resenha aqui, fez jus à obra linda que ele é. E fico honrada demais pelo agradecimento <3 <3
    Mil beijossss
    www.vidaemmarte.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. <3 <3
      Não podia deixar passar!!!! Estarei eternamente grata por me apresentar ao livro! Tinha acabado de ler Os Bons Segredos (que até indiquei para você por ter um estilo parecido) quando li sua resenha e sabia que seria um livro que iria amar do fundo do coração!!! <3
      Por mais livros assim!!!!
      Beijoos

      Excluir
  2. Olá Leitores,
    Apoiem a proposta de lei que pede 50% de desconto na compra de livros para estudantes(qualquer tipo de literatura), o link segue abaixo: https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=5045
    A proposta precisa de 20 mil apoios para virar lei, vamos tornar isso um realidade.

    ResponderExcluir
  3. https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=50455

    ResponderExcluir
  4. https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=50455

    ResponderExcluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.