[Resenha] - Branco como a neve - Salla Simukka


Editora: Novo Conceito
Lançamento: 2017
Original: As White as snow
Ficção finlandesa
Páginas: 208
ISBN: 978-85-8163-689-4

Lumikki está passando férias em Praga. Ela é uma garota bastante impetuosa e vive testando-se, a fim de viver sua tão sonhada independência. Mas nem tudo foi bom em sua vida. Ela teve uma infância complicada, sofreu discriminação dos colegas da escola, por isso era uma pessoa isolada, retraída. Teve um breve namoro, que ainda estava vivo em seu coração e sentia falta de ter uma irmã, com quem pudesse ter cumplicidade. Mas o que era para ser uma viagem de descanso e lazer acabou se tornando uma aventura perigosa, que quase lhe custou a vida.

Em Praga, ela conhece uma moça que se diz sua irmã, por parte de pai. A história contada pela moça, Zelenka, faz algum sentido para Lumikki, que começou a sentir uma forte ligação com Zelenka.

Zelenka é uma garota estranha, cheia de medos. Vive com uma família que a criou, após a morte misteriosa de sua mãe. A casa onde ela mora é sombria e as pessoas que lá vivem são fechadas e estranhas. Zelenka levou Lumikki para conhecer sua casa, mas não pode entrar com ela porque seus parentes não permitem a entrada de Lumikki. Isso motiva Lumikki ainda mais, a tentar descobrir o que havia de errado com aquela gente. 

Lumikki se preocupava com Zelenka e resolveu investigar a vida daquela família. Por um acaso, ela viu um dos parentes de Zelenka em uma lanchonete, conversando com um moço que parecia estar entrevistando-o. O homem parecia assustado e olhava para todos os lados sem parar, até que levantou da cadeira e saiu rapidamente do local.

Lumikki descobriu que algumas coisas que Zelenka havia lhe falado não eram verdade. Então, ela descobriu o paradeiro do repórter e foi procura-lo. Juntos, trocaram informações e chegaram à conclusão de que algo sinistro estava para acontecer com aquela família. Lumikki tentou alertar Zelenka, mas acabou sendo perseguida e escapou por pouco. O tempo corria contra ela, pois Lumikki precisava salvar Zelenka de uma trama diabólica. 





Em minha opinião, a história carece de uma sequência coesa, pois algumas situações carecem de lógica, uma vez que, "do nada", a personagem principal descobre coisas que não seriam possíveis sem uma investigação mais profissional.

Lumikki é uma personagem que não empolga o leitor, se caracterizando como um misto de carência e rebeldia que não se adequa ao grau de envolvimento que ela teve com a aventura narrada. Um livro de leitura fácil, mas que não chega a empolgar.


Resenha por Inês

Nenhum comentário

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.