[Resenha] - A chama dentro de nós - Brittainy C. Cherry


Editora: Record
Lançamento: 2017
Original: The fire between high
Páginas: 345
ISBN: 978-85-01-10948-4

Alyssa Walters cresceu cercada do bom e do melhor, em uma família de classe alta. Filha de uma controladora advogada com um músico, Alyssa tem todo o seu futuro minuciosamente controlado pela mãe, já que seu pai - seu ídolo a quem ela mais deseja impressionar na vida - não se faz mais presente por causa de sua própria carreira.  

Logan Silverstone não tem nada em comum com ela. Vivendo com a mãe sob as constantes ameaças do pai, Logan não se vê seguindo outro caminho além do que foi obrigado a seguir desde criança. Ele está perdido na vida, passando os dias contando se o dinheiro do mês será o suficiente para pagar o aluguel e ainda comprar um mínimo de comida.

A única coisa em comum entre Alyssa e Logan é que ambos são infelizes por não possuírem o amor dos pais, o que faz com que ambos se aproximem e criem uma amizade muito forte que cresce mais a cada dia. Com esse laço ficando cada vez mais profundo, essa amizade se torna algo desconhecido para os dois e, com o passar dos anos, Alyssa e Logan descobrem o amor. Mas, vivendo em mundos tão diferentes, a união entre eles apresenta muitos empecilhos. O mundo de Logan passou a girar em torno de Alyssa. Para Alyssa, Logan é a única pessoa que a ama de verdade. Até que um acontecimento inesperado coloca em risco tudo o que eles construíram juntos até o momento.


Era uma vez um cara, e eu o amei. E por alguns sussurros, alguns suspiros, alguns instantes, acho que ele me amou também.



"A chama dentro de nós" é um dos volumes que compõem a série Elementos, mas como é o primeiro que eu leio desta coleção da Brittainy C. Cherry, eu não sei dizer qual é sua posição exata, visto que os livros são todos independentes. O que mais me chamou a atenção neste livro, diferente da maioria que já li com temáticas parecidas, em primeiro lugar foi o modo como se construiu todo o relacionamento entre os personagens. Dois estranhos que se encontram ao acaso, e por um ato de gentileza, surge uma amizade que cresce e se fortalece a cada dia, até virar um amor que pode mudar a vida deles para sempre. 

Por viverem em classes sociais tão diferentes, a autora explorou até certo ponto - e na medida certa - um amor proibido. O relacionamento entre Alyssa e Logan é um tanto controverso. Para alguns seria bom que ele tivesse alguém em quem confiar tão verdadeiramente, para outros, ela deveria querer algo melhor do que uma pessoa que procura alívio para suas dores nas drogas. Mas com um uso um tanto profundo das palavras, a autora expôs através de seus personagens, os sentimentos que sempre os levaram a precisar um do outro para seguir em frente. 

Logan sorriu. Eu amava aquele sorriso. Ele não tinha muitos motivos na vida para sorrir, por isso aprendi a valorizar cada um daqueles momentos.

Alyssa e Logan foram dois protagonistas que eu achei muito bem criados, com personalidades próprias que não se perdem durante o livro e continuam prendendo o leitor do começo até o final pois, por conta das reviravoltas da história, sempre há alguma coisa acontecendo e isso acaba nos instigando a dar continuidade para saber o que vai ser de ambos. Mas, apesar do brilho dos protagonistas, "A chama dentro de nós" também conta com personagens secundários encantadores que possuem papéis extremamente importantes para o desenrolar da história e do relacionamento confuso de Logan e Alyssa. Sem eles, o livro não funcionaria, simplesmente. 

Brittainy C. Cherry criou com estas palavras mais do que uma história de romance, mas uma história que fala sobre aprendermos a superarmos problemas, medos e desavenças a cada dia; sobre aprendermos com nossos erros cometidos e a perdoar, não somente os outros, mas principalmente nós mesmos. Nos dá provas de que podemos vencer sempre, por mais que pensemos em vários momentos que não há mais esperança e que nosso caminho chegou ao fim. Durante minha leitura, tive muito apresso por Alyssa - seu jeito divertido, descontraído e o fato de estar sempre disposta a dar o melhor de si para ver o melhor amigo feliz -, mas foi Logan quem me conquistou profundamente por todos os motivos plausíveis. Este é um personagem que começou sua jornada pelas primeiras páginas deste livro com muito pouco, mas terminou com muito para nos ensinar. 




Nenhum comentário

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.