[Resenha] - Easy - Tammara Webber


Editora: Verus
Lançamento: 2014
Páginas: 305
ISBN: 978-85-7686-246-8

Com um relacionamento de longa data com Kennedy, Jacqueline se sentiu confortável o suficiente para deixar seus planos de lado e seguir a ideia do namorado de ir para mesma faculdade que ele. O que ela realmente não esperava é que, logo no segundo ano, Kennedy terminasse tudo com a desculpa de que estava em um período da vida que queria curtir com outras mulheres. Após duas semanas de choque, Jacqueline vai para uma festa com sua amiga Erin, e ao sair de lá sozinha, ela é atacada por um colega de seu ex-namorado no estacionamento. Inesperadamente é salva por Lucas, um completo estranho que parecia apenas estar no lugar certo, na hora certa. 

Eu nunca havia notado Lucas antes daquela noite. Era como se ele não existisse, mas de repente parecia que ele estava por toda parte.


Completamente abalada, Jacqueline só quer esquecer o que aconteceu, mas seu salvador agora parece estar em todo lugar. Lucas é o único que sabe sobre o acontecido e insiste em se aproximar. Com o passar do tempo, a garota começa a perceber que ele é alguém em quem pode confiar quando precisar. Os dois vão se tornando cada vez mais próximos, mas apesar de gentil e companheiro, Lucas é muito misterioso, mantendo segredos do seu passado que podem ameaçar seriamente tudo o que eles conquistaram juntos. Cabe aos dois aprender a lidar com suas dores e tristezas, lutando contra a culpa em seus corações e enfrentando as verdades para conseguirem seguir em frente. 



Narrado em primeira pessoa, "Easy" não trata somente de romance, sendo um livro bastante profundo, mas ainda assim com uma leitura tranquila e que flui muito bem. Os personagens são extremamente bem desenvolvidos pela autora e representam muito bem os tipos de pessoas da nossa realidade, tanto as boas quanto as ruins, o que contribui para que possamos enxergar com muito mais clareza a veracidade dos acontecimentos que Tammara Webber coloca nas páginas do seu livro. Lucas e Jacqueline se conhecem quando ela, narradora de toda a história, sofre uma tentativa de estupro e é salva pelo rapaz. A partir daí, temos todo o desenrolar da obra ao redor deste acontecimento que é pesadelo das mulheres. O livro demonstra bem a maneira como as pessoas lidam diante de uma situação assim. E sem dúvidas nos faz enxergar tal acontecimento por outros olhos. E por demonstrar tal realidade, muitas vezes senti uma angústia durante a leitura, principalmente pela forma como as mulheres vitimas desse tipo de abuso podem ser intensamente coagidas a se manter caladas perante tudo isso.   

Sabe o que é um desastre? Um bando de mulheres que não apoiam umas as outras quando um homem faz uma atrocidade dessas.

A inevitável aproximação entre Jacqueline e Lucas faz com que gradativamente os dois comecem a se apaixonar, ainda que hajam diversos empecilhos entre ambos. As dificuldades da vida e os problemas de cada um servem de alicerce e são o elo que une esses dois personagens, pois cada um precisa ajudar o outro a se reerguer e a encontrar o caminho para superar suas dores. Mesmo sendo um livro somente em via de mão única, já que não temos qualquer conhecimento dos pensamentos de Lucas, ainda assim deu para sentir um personagem extremamente bem elaborado e desenvolvido, e o fato da autora não expor o lado dele neste livro deixa o personagem ainda mais misterioso do que somente a sua personalidade característica, de forma a fazer o leitor se envolver o suficiente para querer enlouquecidamente descobrir e conhecer mais sobre ele.

O livro também mostra a importância de, em um mundo cada vez mais tomado pela violência, sabermos nos defender. Após o ataque que sofreu, Jacqueline e sua amiga Elis se inscrevem para participar de aulas de defesa pessoal. Nessas aulas, elas aprendem táticas e meios de se defender de forma tão bem narrada que a gente praticamente se vê participando dessas aulas e aprendendo os movimentos, o que acaba servindo para que os leitores vejam como funciona este tipo de aprendizado e vejam o quão necessário ele pode ser em nossas vidas. 

O que eu mais gostei no livro foi, sem dúvidas, a forma como tudo acaba se conectando e se encaixando de forma a formar uma história bem elaborada do começo ao fim, sem problemas de continuidade ou falta de explicação para algum acontecimento. Pelo meu ponto de vista, eis aqui um livro cuja leitura deveria ser obrigatória pelo tema e pela forma em que ele é abordado. Uma história profunda que eu adorei ter conhecido.

2 comentários:

  1. Olá
    Tem alguns anos que li esse livro, e ele é maravilhoso. Acho que ele foi um dos primeiros que teve um boom aqui no Brasil e falava sobre estupro. Gerou discussões bem interessantes e ainda gera. Acho isso importante de mais. Lucas maior crush literário da vida.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lary.
      Verdade! Eu achei que este livro tem uma abordagem muito mais interessante e verdadeira sobre o assunto do que vários que já li e acabavam tendo o estupro como pano de fundo. Se não me engano, existem outros da série, não? Estou curiosa para ler! Até porque acho que um deles é pela voz do Lucas!
      Beijinhos

      Excluir

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.