Os melhores livros que eu já li da Companhia das Letras


Olá leitores do blog.
Este é mais um post sobre um assunto feito em conjunto pela equipe aqui do Leitura Virtual. Hoje vamos falar sobre os nossos livros preferidos da Companhia das Letras, uma editora que todos amamos muito aqui! Foram muitos livros lidos e entre tantos, sempre existem aqueles que se destacam. É sobre ele que vamos falar agora! Os nossos preferidos da Cia das Letras, e cada um de nós postou suas escolhas em uma rede social, então temos indicações também lá no Instagram e no canal!

P.S.: Vale lembrar que eles não estão em ordem de preferência, pois são todos muito queridos. 




O primeiro livro do qual irei falar foi o primeiro livro que a CIA mandou para o blog, antes mesmo de sermos selecionados como parceiros, e eu fico até hoje extremamente feliz por ter tido a chance de conhecer essa história tão encantadora que é Os bons segredos, da Sarah Dessen. Esse livro foi só amor para mim desde o primeiro momento, justamente pela simplicidade da história e da narrativa da autora. "Os bons segredos" conta sobre a vida de Paige, uma jovem apagada pela imagem do irmão e que vive acostumada com a ideia de ser invisível para o mundo. Até que em um dia comum, ela conhece a família Chatham, uma família simples, humilde e muito unida, tudo o que sua família não é. E Paige se encanta pelo modo de vida deles, a ponto de decidir que não quer mais permanecer escondida sob a sombra do irmão e que vai começar a viver sua vida do jeito que ela quer. A partir daí, Paige faz novas amizades, descobre o amor e a simplicidade da vida, tudo de um jeito muito suave e delicioso de ler. 




Não poderia faltar também um amor que a CIA das Letras e eu temos em comum: a série Amores Improváveis! Eu recebi a série inteira por meio da parceria com a editora e fiquei muito contente de conhecer esses New-Adults que todos os apaixonados pelo gênero deveriam ler. Cada um dos quatro livros conta a história de um casal diferente, mas os personagens são todos amigos, então a gente sente aquele sentimento bom quando reencontramos os personagens dos livros anteriores nos próximos e vemos que eles não foram simplesmente esquecidos depois de suas próprias histórias. O meu preferido da série foi O Acordo, o primeiro livro. Hannah e Garrett formam o melhor casal da série pra mim, então eles ganharam um lugarzinho aqui na minha lista de preferidos.  




Um dos meus romances preferidos, que é um charme em forma de livro, é A Caderneta Vermelha, que chegou pelo selo Alfaguara e me encantou até o último momento. O livro se passa em Paris, quando o livreiro Laurent encontra uma bolsa feminina jogada na rua. Quando ele procura dentro dela por informações de sua dona, Laurent encontra uma caderneta vermelha com anotações interessantes e que prendem a sua atenção, pois elas são o mais perto que ele consegue chegar daquela mulher, já que não há mais nada na bolsa que indique a quem ela pertence. Laurent decide então que ele mesmo vai atrás de informações dessa mulher, a fim de devolver pessoalmente aquela bolsa e conhecer a pessoa que tem tantos pensamentos e ideias iguais às dele. Esse livro é de uma sensibilidade maravilhosa!




O mais recente a se tornar um dos meus preferidos foi Mais que amigos, o primeiro que li da autora Lauren Layne. Eu gosto muito desses livros românticos em que o casal é amigo há muito tempo, e dessa amizade nasce o amor deles - e achei o livro muito bem construído nesse aspecto. Parker e Ben moram juntos e são os melhores amigos um do outro, mas todos que olham de fora se recusam a acreditar que eles sejam apenas bons amigos - ou que nunca tenham tido nenhum envolvimento na vida. Mas Parker tem um namorado e Ben não quer saber de relacionamentos sérios. Até que, inesperadamente, Parker se vê solteira novamente e, abalada pelo término, ela decide que vai mudar seu jeito de ser e acompanhar Ben na sua vida descompromissada. E é aí que as coisas começam a acontecer e, bem, melhor eu parar por aqui!




Eu não sou muito de ler ficção científica, porém isso não significa que eu não goste. Só não é costume eu comprar livros do gênero, mas todos que li até hoje de alguma forma me fascinaram muito - e com Interferências, da Connie Willis, não foi diferente. Nesse livro, cujo cenário é um futuro não tão distante, existe um procedimento cirúrgico realizado capaz de aumentar a empatia entre casais. E é isso que Briddey e Trent estão dispostos a fazer - até que, quando Briddey acorda da cirurgia, ela se vê conectada à outra pessoa completamente inesperada. E é aí que os problemas de Briddey começam, porque é preciso uma conexão emocional para que a ligação seja realizada. Em relação à parte científica da história, eu até fiquei um pouco confusa, mas a autora desenvolveu tão bem os personagens que eu acabei me apaixonando pelo livro.




A parte que falta e sua continuação, A parte que falta encontra o grande O são quase como livros de cabeceira para mim e que todo mundo deveria ler! Os dois livros infantis de Shel Silverstein falam sobre a busca incessante do ser humano pelo amor dos outros e nos ensina que, primeiro de tudo, o que precisamos aprender é amar a nós mesmos. Os dois livros são curtos e com figuras, mas em poucas páginas, o autor conseguiu expressar a essência desse sentimento que tanto buscamos e que por vezes, não conseguimos entender. Eu super recomendo, pois a sensibilidade deles é enorme!




Bom gente, esses foram os meus preferidos até hoje, histórias maravilhosas que me ensinaram muito sobre várias coisas, inclusive sobre o amor, e como leitora romântica assumida, eu não poderia deixar nenhum de fora dessa lista! Eu super indico para vocês todos esses livros! 
E se já leram algum, contem para mim o que vocês acharam! 
Vamos conversar!

Nenhum comentário

Gostou do post? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão! Volte sempre! :)

© Blog Leitura Virtual - Por Carol Mariotti - Todos os direitos reservado. Cópia proibida. Tecnologia do Blogger.